• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 17 de junho de 2021 16:39:35
Em Tempo Real
  • 10/06/2021 07h38

    COMENTÁRIO DO DIA: Ele quer fazer história!

    Veja mais
    Foto: tudu

    Ele estaria querendo fazer história!?

    ( Publicada originalmente às 08h 25 do dia 09/06/2021) 

    (Brasília-DF, 10/06/2021) Mais uma dia claro, dia começa frio mas não deve chegar a 28ºC na Capital do Brasil.

    A Câmara dos Deputados anuncia agenda extensa com muito trabalho nas comissões e duas sessões nesta tarde, seja de breves comunicações como de votações. Deveremos ter novidades para a reforma administrativa, hoje.

    No Senado, haverá mais um dia de sessão de CPI da Pandemia e votações à tarde.

    O Presidente Bolsonaro tem agenda enxuta e vai a impotante Anápolis no Goiás, que é um estado que lhe tem em boa conta.

    Haverá sessão no pleno do STF. Amanhã, eles vão decidir sobre o futuro da Copa América.

    Mas e Marcelo Queiroga, heim?!

    OUÇA AQUI

    LEIA AQUI

    COMENTÁRIO

    A terça-feira trouxe mais números positivos para a economia. A melhora revelada pela Pesquisa Mensal do Comércio já fez a Confederação Nacional do Comércio reavaliar o tamanho do setor em 2021.

    Campos Neto, do Banco Central, afirmou que espera uma melhora no setor de serviços no segundo semestre. Existem mais notícias sobre chegada de vacinas que de bloqueios. Dessa vez Bolsonaro não estragou o dia fazendo das suas para agradar seu público radical.

    Na CPI da Pandemia, os senadores, nessa segunda ida do ministro Marcelo Queiroga, não conseguiram identificar crimes cometidos por nossas autoridades de saúde. Dessa vez eles encontraram um homem público que sinaliza ter um objetivo na vida.

    Não adianta queremos negar o óbvio. Um governo que muda por três vezes seu ministro da Saúde em meio a uma pandemia não fez lá muito que preste.

    Certos disso, ao vermos um médico, com perfil de presidente de associação médica, vindo do Nordeste, região famosa pelo pragmatismo de seus agentes - deu para começar a entender que Queiroga está firme, mesmo tendo que matar no peito as coisas do Presidente da República, em busca de escrever o nome na história.

    Ele não quer mais agradar, diz que não dá bola para o tratamento precoce, que deseja vacinar os brasileiros. Ele sabe que se conseguir cumprir a meta de vacinar todos que puderem até o final do ano entrará para história.

    Só nos resta torcer que dê certo!

    Foi Genésio Araújo Jr, de Brasilia

    ( da redação)