• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 19 de setembro de 2021 20:22:26
Em Tempo Real
  • 02/06/2021 07h55

    CPI DA PANDEMIA: Nise Yamaguchi não esconde que desconfia da validade das vacinas contra o covid-19

    Veja mais
    Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

    Nise Yamaguchi fala aos senadores

    ( Publicada originalmente às 11h 53 do dia 01/06/2021) 

    (Brasília-DF, 02/06/2021)  A médica Nise Yamaguchi é a cconvidada, e não convocada, pela CPI da Pandemia no Senado para falar aos senadores nesta terça-feira, 1º de junho.Ela é uma notória defensora do chamado tratamento precoce da pandemia do covid-19.  O senador Renan Calheiros(MDB-AL), relator do colegiado, fez vários questionamentos e perguntou sobre a importância das vacinas contra o vírus do novo conronavirus. Ela foi questionada sobre vacinação, que ela defende que não seja obrigatória. Calheiros perguntou se ela desconfiava de antemão da eficária das vacinas.  Ela não dá uma resposta direta, mas sugere que a vacinação não seja a solução definitiva.

    “Então, eu sei que existe, claro, um desejo grande de que a gente consiga vacinar as pessoas através de uma partícula, mas, se essa partícula começa a se mutar, a gente vai ter que rever essa tecnologia. E, se tem um vírus inteiro, ele também vai se mutar.”, disse.

    Veja um dos trechos em que a médica responde ao senador relator:

    O SR. RENAN CALHEIROS (Bloco Parlamentar Unidos pelo Brasil/MDB - AL) – V. Sa. desconfiava de antemão da eficácia das vacinas contra a Covid? Ainda mantém essa posição exibida agora no vídeo?

    O SR. NISE HITOMI YAMAGUCHI – Eu discuti a formulação das vacinas. E, como nós estamos vendo, algumas vacinas talvez precisem de três ou quatro doses realmente.

    Eu sou imunologista, não é?

    O SR. RENAN CALHEIROS (Bloco Parlamentar Unidos pelo Brasil/MDB - AL) – Eu sei, mas...

    O SR. NISE HITOMI YAMAGUCHI – E, como imunologista, eu trabalhei...

    O SR. RENAN CALHEIROS (Bloco Parlamentar Unidos pelo Brasil/MDB - AL) – ... eu estou fazendo uma pergunta concreta.

    O SR. NISE HITOMI YAMAGUCHI – Eu trabalhei na questão da imunidade das pessoas há 40 anos. Então, eu sei que existe, claro, um desejo grande de que a gente consiga vacinar as pessoas através de uma partícula, mas, se essa partícula começa a se mutar, a gente vai ter que rever essa tecnologia. E, se tem um vírus inteiro, ele também vai se mutar. Então, o vírus que estava sendo testado naquele momento e para o qual, nessa época, ainda não tinha nenhuma regulação, então eu era contra uma obrigatoriedade, ele talvez fosse precisar, como o percentual que foi declarado mais tarde – essa fala foi anterior – era menor do que 60%...

    ( da redação com informações de assessoria e IBGE. Edição: Genésio Araújo Jr)