• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 16 de setembro de 2021 22:36:37
Nordestinas
  • 23/07/2021 13h00

    VACINAS: Bharat Biotech diz que a Precisa não mais a representa por ter cometido falsidade; quem primeiro denunciou possíveis fraudes na representação do indianos com a Precisa foram os irmão Miranda na CPI da Pandemia

    Veja mais
    Foto: Reprodução/ Indranil MUKHERJEE / AFPl

    Covaxin rompe com a Precisa

    (Brasília-DF, 23/07/2021) O Laborátório Bharat Biotech, que produz a vacina Covaxin, anunciou no início da tarde desta sexta-feira, 23, que rompeu o contrato que tinha com a Precisa Medicamentos que fez contrato com o Ministério de Saúde para que o Brasil recesse imunizantes contra o covid-19. No documento divulgado ele disse que documentos apresentados envolvendo o lagoratório indiano ao Governo do Brasil tem uma assinatura que não é autêntica.

     

     

    Os primeiros a denunciarem que existiam inverdades e ações para pressão para essa contratação foram os irmão Mirada, o servidor público do Ministério da Saúde, Luís Ricardo Miranda, e o deputado federal Luís Miranda(DEM-DF), quando falaram a CPI da Pandemia ainda em junho passado.  A senadora Simone Tebet( MDB-MS), durante trabalhos na CPI da Pandemia no Senado, em 6 de julho disse que os documentos apresentados pelo governo para rebater as acusações de irregularidades nas negociações da vacina Covaxin foram manipulados.  Segundo Tebet, a invoice (espécie de nota fiscal) apresentada pelo ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni, e pelo ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde Elcio Franco apresenta uma série de indícios de fraude ou manipulação.

    Na sexta-feira, 16, a rádio CBN teve acesso a documentos que teria sido enviado ao Governo Federal pela Precisa e que chegaram na CPI da Pandemia do Senado. Nesta sexta-feira, 3, a Bharat Biontech se manifestou já encerrando a parceira com a Precisa.  Na nota, o

    laboratório diz que vai seguir em contato com a Anvisa para aprovação do imunizante covaxin no Brasil.

    ( da redação com informações de assessoria. Edição: Genésio Araújo Jr)