• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 19 de setembro de 2021 19:49:05
Nordestinas
  • 21/05/2021 15h20

    REPERCUSSÃO: PSDB de SP diz que trabalha contra Lula e Bolsoanro e Roberto Freire considerou encontro entre Lula e FHC como grande equívoco

    Veja mais
    Foto: Arquivo da Política Real

    Roberto Freire é presidente nacional do Cidadania

    (Brasília-DF, 21/05/2021) A repercussão negativa entre os centristas após o encontro entre os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Fernando Henrique Cardoso. É destacado que para quem busca uma alternativa entre Jair Bolsonaro e o próprio Lula em 2022 o encontro acabou não sendo favorável.

    O secretário Marco Vinholi, presidente do Diretório do PSDB em São Paulo que tem o governador João Dória(PSDB) como pré-candidato, falou do caráter democrático do encontro dos ex-presidentes porém ressaltou que o partido trabalha contra os “retrocessos Lula / Bolsonaro”. 

    “O encontro de FHC/Lula tem caráter dentro da Democracia, onde adversários dialogam. Sem contornos eleitorais para o PSDB, sem sinais trocados. A clareza de que o PSDB trabalha alternativa que seja capaz de liderar o País, frontalmente contrário aos retrocessos Lula / Bolsonaro”, disse no Twitter.

    FHC disse que poderá votar em Lula no segundo se o  PSDB não chegar lá contra Bolsonaro.

    O ex-ministro e ex-deputado Roberto Freire, presidente do Cidadania, disse que o encontro apesar de civilizatório foi um grande equívoco.

    “Gesto de civilidade e educação o de FHC, que há 20 anos é tratado por Lula/ PT como um estorvo nacional. Mas, politicamente não me perece ajudar em nada, à construção de uma alternativa democrática para os que rejeitam a opção entre Lula e o fascista Bolsonaro. Grave equívoco.”, disse.

    ( da redação com informações do Twitter. Edição: Genésio Araújo Jr)