• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 16 de setembro de 2021 21:32:06
Humberto Azevedo
  • 06/04/2021 11h25

    Nova pesquisa XP mostra que 48% dos brasileiros avaliam gestão Bolsonaro como “ruim”, ou “péssima”

    Entre àqueles que avaliam o atual governo federal como “ótimo”, ou “bom”, o índice é de 27%; 24% avaliam governo como “regular”

    O cientista político pernambucano Antonio Lavareda, responsável pelo Ipespe

    A nova pesquisa XP Investimentos divulgada nesta segunda-feira, 05, mostra que 48% dos brasileiros avaliam a gestão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) como “ruim”, ou “péssima”. Na última pesquisa encomendada por uma das maiores operadoras do sistema financeiro esse índice era de 45%.

    A pesquisa foi realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) de Recife (PE) entre os dias 29 e 31 de março, que ouviu mil pessoas de todas regiões do país. A margem de erro é de 3,2%. Entre os brasileiros que avaliam o atual governo federal como “ótimo”, ou “bom”, o índice aferido é de 27%. Para 24% da população o governo Bolsonaro é “regular”.

    “São 48% os que consideram o governo ruim ou péssimo, três pontos percentuais a mais que o levantamento anterior. Desde outubro, quando o movimento de alta se iniciou, a avaliação negativa saltou de 31% para os 48% de agora. Nesse período, os que consideram o governo ótimo ou bom saíram de 39% para 27%. A diferença de 20.3 pontos percentuais entre os que têm avaliação negativa e os que têm avaliação positiva é a maior desde maio do ano passado”, dizem os responsáveis pelo levatamento.

     

    Eleições

    A pesquisa XP/Ipespe apurou ainda um provável cenário eleitoral para as eleições presidenciais de 2.022. De acordo com o levantamento o atual presidente brasileiro teria 28% dos votos, se pleito marcado para outubro do próximo ano fosse hoje. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria 29%. Abaixo de ambos estariam os ex-ministros Ciro Gomes (PDT) e Sérgio Moro (sem partido), que aparecem com 09%, cada.

    “A pesquisa XP/Ipespe mostra que, a cerca de um ano e meio da eleição presidencial de 2.022, o ex-presidente Lula e o presidente Jair Bolsonaro permanecem tecnicamente empatados na liderança, mas agora com o petista numericamente à frente. Ele tem 29% das intenções de voto ante 28% de Bolsonaro. Sérgio Moro e Ciro Gomes vêm na sequência, com 9% cada. No levantamento anterior, Lula tinha 25%, e Bolsonaro, 27%”, apontam os responsáveis pelo levantamento.

    “Nas simulações de segundo turno, Lula também está numericamente à frente de Bolsonaro, com 42% a 38%. Na pesquisa do início de março, Bolsonaro tinha 41% e Lula, 40%. Em outros cenários testados, o presidente Bolsonaro aparece empatado com Sérgio Moro, ambos com 30%, e com Ciro Gomes, ambos com 38%”, complementam os técnicos que realizaram a pesquisa.