• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 16 de setembro de 2021 22:36:10
Humberto Azevedo
  • 30/03/2021 22h15

    André Figueiredo apresenta projeto para incluir trabalhadores de lotéricas no grupo prioritário da vacinação

    De acordo com o pedetista cearense, os funcionários das casas lotéricas, que funcionam como correspondente bancário da Caixa, prestam serviços fundamentais a população

    Funcionários de casas lotéricas podem ser incluídos entre as prioridades para receber a vacinação contra covid

    O deputado André Figueiredo (PDT-CE) apresentou nesta terça-feira, 30, um projeto para incluir os trabalhadores de lotéricas no grupo prioritário para receber as doses das vacinas que evitam as formas graves do novo coronavírus (covid-19), que já matou mais de 317 mil brasileiros no país desde março de 2.020. Segundo ele, os funcionários das lotéricas representam 70 mil pessoas.

    De acordo com o pedetista cearense, os funcionários das casas lotéricas, que funcionam como correspondente bancário da Caixa Econômica Federal, prestam serviços fundamentais a população, já que por lá milhares de brasileiros recebem seus benefícios, seja aqueles pago pelo Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), seja se são de programas de assistência social como o Bolsa Família, ou até mesmo do auxílio emergencial que voltará a ser pago aos trabalhadores autônomos e informais a partir do próximo mês de abril.

    “Sabemos que nesta maior crise sanitária que o Brasil passa em sua história, diversos profissionais estão empenhados em atender a população e sabendo bem de suas atividades essenciais, não puderam pausar os seus trabalhos. Dentre as várias categorias, destacamos aqui os trabalhadores dos estabelecimentos lotéricos em nosso país”, falou.

    “Estes profissionais atendem diariamente milhares de pessoas e manuseiam cédulas, por vezes contaminadas por bactérias e microrganismos, que podem sim, involuntariamente, tornar-se vetor de transmissão do vírus que já ceifou mais de 310 mil vidas no Brasil”, complementou.