• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 16 de setembro de 2021 22:39:56
Em Tempo Real
  • 30/07/2021 08h10

    ENFRENTANDO A CRISE: Cidade do Rio vai celebrar feriado, o Dia do Reencontro, para retomar eventos caso cenária da pandemia continue em queda; feriado será no dia 2 de setembro

    Veja mais
    Foto: Beth Santos / Prefeitura do Rio

    Eduardo Paes falou

    ( Publicada originalmente às 18h 00 do dia 29/07/2021) 

    (Brasília-DF, 30/07/2021) O prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, está disposto e anunciou hoje,29, começar uma série de eventos para “abrir” a capital carioca a partir do dia 2 de setembro.  Foi destacado que isso se dará no caso do cenário epidemiológico da pandemia de Covid-19 na cidade se mantiver em queda.

    A prefeitura vai promover, ao longo de um ano, o “Rio de novo”.  O início das comemorações será no dia 2 de setembro, quando haverá nova etapa de flexibilização das regras. O ano de celebrações vai culminar com um feriado municipal no dia 2 de setembro de 2022: o Dia do Reencontro.

    “A pandemia não acabou, o que estamos anunciando depende muito da atitude de cada um de nós. É fundamental que as pessoas continuem se vacinando, assim como o respeito às regras, o uso da máscara e o distanciamento. Só assim vamos comemorar a vida e o reencontro. Queremos fazer um ano de celebração da vida, da esperança e de renascimento. Temos um norte com a perspectiva da vacinação e o nosso planejamento vai permitir que as pessoas se programem para o fim da pandemia. Precisamos disso “, explicou Eduardo Paes durante coletiva no Palácio da Cidade, em Botafogo.

    Ficaram estabelecidos pré - requisitos para que essa liberação ocorra, informa Prefeitura do Rio. As condições serão: o cenário epidemiológico continuar favorável; as vacinas precisam chegar conforme planejado pelo Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde; a vacinação dos cariocas deve continuar sendo realizada de maneira eficaz e engajada; e alta cobertura vacinal da população acima de 60 anos e com comorbidades.

    Para a retomada, a prefeitura planeja que, até setembro, 77% da população já tenha recebido a primeira dose da vacina contra a Covid-19 e que 45% já estejam vacinados com a segunda dose ou dose única.

    O planejamento de retomada da Prefeitura do Rio segue padrões internacionais e protocolos de sucesso realizados em outros países. Estados Unidos, Espanha, Alemanha, França, Itália, Israel e Reino Unido flexibilizaram as restrições com esquemas vacinais tendo percentuais menores do que os estabelecidos pela Prefeitura do Rio.

    “A gente sabe que o Rio vai voltar a dar certo. É um plano que pode recuar, mas os dados indicam que a gente vive um momento melhor. Não é o ideal ainda, mas é melhor. Falta muito pouco para superar essa fase ruim das nossas vidas “, destacou o prefeito do Rio.

    Retomada terá três fases

    O fim das restrições será feito em três fases para dar previsibilidade e segurança na retomada das atividades e da economia carioca.

    2 de setembro – Haverá a liberação de eventos em ambientes abertos; permissão de público com esquema vacinal completo nos estádios (com 50% da capacidade) e liberação de público em boates, casas de show e festas em locais fechados com esquema vacinal completo e com 50% da capacidade. O uso de máscaras continuará sendo obrigatório.

    17 de outubro – As boates, casas de show, festas em locais fechados e os estádios estarão liberados para abrir com 100% da capacidade desde que o público apresente esquema vacinal completo. O uso de máscaras continuará sendo obrigatório.

    15 de novembro – O uso de máscara será obrigatório apenas em transporte público e estabelecimento de saúde. A partir dessa data, a prefeitura vai liberar a livre circulação das pessoas, sem restrição de capacidade e distanciamento.

    ( da redação com informações de assessoria. Edição: Genésio Araújo Jr)