• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 19 de setembro de 2021 19:35:32
Em Tempo Real
  • 27/05/2021 08h10

    NOVOS RUMOS: Flávio Bolsonaro anuncia saída do Republicanos; ele comemorou o crescimento do emprego formal em abril, como registrou o Novo Caged

    Veja mais
    Foto: Imagem do Twitter

    Flávio Bolsonaro ao lado de Marcos Pereira, do Republicanos

    ( Publicada originalmente às 17h 00 do dia 26/05/2021) 

    (Brasília-DF, 27/05/2021)  O senador Flávio Bolsonaro(sem partido-RJ) anunciou em sua conta no Twitter que deixou o partido Republicanos. Ele agradeceu o tempo que ficou filiado ao partido. Ele apareceu ao lado do deputado Marcos Pereira(Republicano-SP), que é o presidente nacional do partido. O senador Flávio Bolsonaro deixa o partido à espera da decisão do pai, Jair Bolsonaro( sem partido), que ainda não sinalizou seu rumo partidário.  No final de semana passado, no Piauí, Bolsonaro informou que estava “namorando” com o Progressistas, comandado pelo senador Ciro Nogueira(Progressistas-PI).  Flávio Bolsonaro também comentou, no Twitter, sobre os números do Novo Caged, que registraram avanço na contratação do trabalhador com carteira assinada.

    “Comuniquei há pouco minha desfiliação do Republicanos ao meu amigo e Presidente

    @marcospereira04.  Muito obrigado a todos no partido pelo tratamento excepcional, transparente e respeitoso de todos os dias. Contem comigo para traçarmos, juntos, o futuro de nosso Brasil!”, disse.

    Empregos

    O senador Flávio Bolsonaro fez três postagens no Twitter comemorando a criação de empregos formais no mês de abril e nos últimos meses, mesmo frente a segunda onda da pandemia do covid-19.

    “A recuperação econômica prossegue!  O Brasil criou 120,9 mil empregos no mês de abril. Isso totaliza 2,2 milhões, desde julho do ano passado e quase 1 milhão apenas neste ano. O destaque foi para o setor de serviços, que gerou 57.610 postos de trabalho em abril.”, disse.

    Ele disse que todas as regiões estão sendo atendidas. “Todas as regiões do país tiveram saldos positivos na geração de emprego.”, afirmou.

    Ele afirmou que a criação de empregos se deu em plena pandemia.  “Mesmo no auge da segunda onda de covid, Brasil consegue criar 120 mil novas vagas de emprego. De janeiro a abril o saldo positivo foi de quase 1 milhão de empregos com carteira assinada. Com a vacinação em massa engrenando, o cenário estará melhor a cada dia!”, disse.

    ( da redação com informações de assessoria. Edição: Genésio Araújo Jr)