• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 23 de janeiro de 2021 05:34:42
Em Tempo Real
  • 13/01/2021 08h01

    MDB passa a ter 15 senadores com filiações a legenda de Veneziano Vital do Rêgo e Rose de Freitas

    Partido que já era o maior do Senado teve ainda empossada como senadora Nilda Gondim assumindo o mandato de José Maranhão, de 87 anos, afastado por licença médica em razão de estar internado em SP para combater o covid-19
    Foto: Imagem do Twitter

    Davi Alcolumbre dá posse a senador Nilda Gondim que é mãe do senador Veneziano Vital do Rêgo que agora é do MDB

    ( Publicada originalmente às 19h 00 do dia 12/01/2021) 

    (Brasília-DF, 13/01/2.021) O MDB passou a ter 15 senadores nesta terça-feira, 12, após receber da justiça eleitoral a confirmação de que os senadores Veneziano Vital do Rêgo (PB), então do PSB, e Rose de Freitas (ES), então no Podemos, se filiaram a legenda emedebista.

    Veneziano é irmão do ex-senador paraibano Vital do Rêgo, que era filiado ao MDB, e atualmente exerce o cargo de ministro-conselheiro do Tribunal de Contas da União (TCU). Rose de Freitas volta ao ninho do MDB após se desligar do partido, em 2018. O líder da bancada emedebista, Eduardo Braga (AM), rasgou elogios aos dois novos senadores que voltam ao partido.

    O líder emedebista também cumprimentou a suplente Nilda Gondim do senador José Maranhão (MDB-PB), de 87 anos, que está de licença e internando num hospital de São Paulo (SP) para enfrentar o novo coronavírus (covid-19), que foi empossada nesta terça.

    Todos os novos senadores do MDB comemoraram o aumento de 13 para 15 o número de parlamentares naquela Casa legislativa.

    “É uma alegria! Obviamente, esse é um regresso facilitado por força da muita convivência que tive com o MDB durante boa parte dos 25 anos de vida pública. Essa é uma obrigação maior, de que as nossas ideias possam ser, necessariamente, convergentes. Continuarei com os mesmos pensamentos e defendendo as pautas progressistas. Vamos em frente”, comentou Veneziano Vital do Rêgo nas suas redes sociais.

    “O contexto histórico prevaleceu e a senadora Rose voltou ao MDB. [A minha volta ao MDB se dá num momento em que precisamos] reorganizar [o partido] no Espírito Santo e ganhar mais força nos contextos estadual e nacional”, falou Rose de Freitas em texto divulgado por sua assessoria.

    “Da mesma forma como exercemos nosso mandato na Câmara Federal, vamos nos esforçar, no Senado, para que a Paraíba continue bem representada, e por isso, devo manter uma interlocução frequente com os gestores públicos do Estado, inclusive com o governador João Azevêdo, com quem já mantive contato e me coloquei à disposição”, comentou Gondim por intermédio de sua assessoria de imprensa.

    Fato peculiar

    A posse de Nilda Gondim como senadora da República trouxe ainda um fato curioso na política nacional. Esta é a primeira vez que três integrantes, em linha familiar de primeiro grau, tem a oportunidade de representar o seu estado, no Senado Federal, visto que Gondim é mãe do atual senador Veneziano Vital do Rêgo e do ex-senador Vital do Rêgo.

    Dos três membros, Vital do Rêgo foi o primeiro a representar a Paraíba no Senado, entre 2.011 a 2.018. O segundo foi Veneziano, eleito em 2.018. E agora, dois anos depois, ela assume o exercício do mandato devido ao afastamento do senador José Maranhão.

    “Estamos assumindo em circunstâncias indesejáveis, em face do momento delicado e de recuperação por que passa o amigo e companheiro, senador José Maranhão, mas temos plena convicção do nosso dever, neste período em que estaremos cumprindo a missão de representar a Paraíba no Senado Federal, que será o de ajudar nosso estado, contribuindo para o desenvolvimento e melhoria da qualidade de vida dos paraibanos”, comentou a nova senadora Nilda Gondim.

    (por Humberto Azevedo, especial para a Agência Política Real, com edição de Genésio Jr.)