• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 23 de janeiro de 2021 05:07:22
Em Tempo Real
  • 13/01/2021 08h01

    SAÍDA DA FORD: : "Ford fechou, mas vamos em busca de novos caminhos”, diz vice-governador da Bahia, João Leão

    Secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia, o vice-governador baiano avalia que o fim das atividades da Ford em Camaçari pode ser compensado por novos investimentos
    Foto: Destaque 1

    João Leão falou sobre Ford

    ( Publicada originalmente às 13h 33 do dia 12/01/2021) 

    (Brasília-DF, 13/01/2.021) O vice-governador da Bahia e também atual secretário de Desenvolvimento Econômico do estado, João Leão (PP), disse nesta terça-feira, 12, que a saída da empresa automobilística Ford da cidade baiana de Camaçari poderá ser compensada com a vinda de novos empreendimentos naquele município.

    A declaração de João Leão aconteceu após visitar municípios da região do extremo sul da Bahia, onde acompanhava uma comitiva de empresários e investidores portugueses, que pretendem se instalar no estado. Nesta segunda-feira, 11, Leão juntamente com os investidores estiveram na região oeste da Bahia, onde também novos empreendimentos podem ser fechados.

    “A Ford fecha, mas vamos em busca de novos caminhos. E isto já está acontecendo. O governador Rui Costa já está buscando alternativas para substituir a Ford em Camaçari”, falou Leão à imprensa local .

    Novos negócios

    De acordo com o vice-governador baiano, o estado fechou o ano de 2.020 com 92 protocolos de intenções assinados, que somam investimentos na ordem de R$ 34 bilhões e preveem geração de 7,6 mil novos empregos diretos.

    Leão destacou também a possibilidade de expansão do polo agroindustrial do médio São Francisco, com objetivo de ampliar os negócios da indústria sucroalcooleira da região de Juazeiro, que sozinha gera mais de 5 mil empregos, o mesmo número de empregos extintos pela fábrica da Ford em Camaçari.

    Já a comitiva de empresários portugueses estão interessados em realizar empreendimentos na área de infraestrutura viária, como a duplicação da rodovia estadual BA-001, entre Salvador a Porto Seguro, além de também analisarem a possibilidade de assumirem a duplicação da BR-242 entre Barreiras e Luís Eduardo Magalhães.

    “Os números são fruto de muito empenho e trabalho, sobretudo na interiorização do desenvolvimento. A perspectiva para este e para os próximos anos é positiva. Temos também 412 empreendimentos em implantação, atraídos pelo governo do estado, com previsão de investir R$ 68,5 bilhões e gerar 52,4 mil vagas de empregos diretos”, complementou.

    “Já temos uma nova usina em implantação no Muquém do São Francisco, outras duas assinaram protocolo de intenções e estamos em busca de outras sete. A ideia é implantar até 10 usinas, gerar mais de 40 mil empregos e tornar a Bahia competitiva neste segmento”, completou.

    (por Humberto Azevedo, especial para a Agência Política Real, com edição de Genésio Jr.)