• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 23 de novembro de 2020 13:01:55
Em Tempo Real
  • 16/10/2020 07h24

    CORRUPÇÃO NA PANDEMIA: Bolsonaro afirma que operação da PF envolvendo aliado é prova que seu governo não protege ninguém; segundo ele, a investigação é um “fator de orgulho”

    Em nota emitida pela secretaria de comunicação social do Ministério das Comunicações, a ação comprova que o governo federal age no “combate a corrupção”
    Foto: imagem de Streaming

    Bolsonaro falou a apoiadores à porta do Alvorada

    ( Publicada originalmente às 12h24 do dia 15/10/2020) 

    (Brasília-DF, 16/10/2.020) O presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) afirmou nesta quinta-feira, 15, que a operação da Polícia Federal (PF) envolvendo um aliado, o seu ex-vice-líder no Senado, Chico Rodrigues (DEM-RR), é prova que a sua gestão a frente do governo federal não protege ninguém. Segundo ele, a investigação é um “fator de orgulho”.

    A declaração aconteceu quando chegou ao Palácio do Planalto nesta quinta e se aproximou de apoiadores que estavam no local para cumprimentá-los. Na oportunidade, o presidente afirmou que lamentava o episódio envolvendo um parlamentar que o apoia, mas que isso não era motivo de vergonha e, sim, de “orgulho”, visto que a investigação da PF tem como objetivo defender o erário público de ações inescrupulosas.

    Em nota emitida pela secretaria de comunicação social do Ministério das Comunicações, a ação da PF, em conjunto com a Controladoria-Geral da União (CGU), comprova que o governo federal vem cumprindo o seu papel e agindo no “combate a corrupção, sem distinção ou privilégios”.

    “Lamento o desvio de recurso, seria bom que não houvesse, porque, afinal de contas, quando você desvia dinheiro da saúde, inocentes morrem, então a operação de ontem é fator de orgulho para o meu governo. Alguns acham que toda a corrupção tem haver com o governo. Não! Nós destinamos dezenas de bilhões de reais para estados e municípios, tem as emendas parlamentares também, e, de vez em quando, não é muito raro, a pessoa faz uma malversação desse recurso”, falou o pesidente.

    “Agora, a CGU está de olho, a nossa Polícia Federal [também] está de olho. Se um vereador faz algo de errado, eu não tenho nada a ver com isso. Ou melhor, eu tenho [que] ir para cima dele, com a Polícia Federal, se for o caso, com o apoio da CGU, é isso que nós fazemos. Nós estamos combatendo a corrupção, não interessa quem seja a pessoa suspeita”, complementou Bolsonaro.

    “O senador de Roraima, Chico Rodrigues (DEM), não é mais vice-líder do Governo no Senado Federal. Seu afastamento foi publicado hoje pela manhã na edição extra do Diário Oficial. O senador roraimense foi alvo de uma operação da Polícia Federal, a partir de uma apuração da Controladoria Geral da União, que investiga o desvio de recursos públicos da ordem de R$ 20 milhões na área de Saúde, repassados pela União na pandemia. A ação da Polícia Federal e da GCU, respeitando os princípios constitucionais, é a comprovação da continuidade do Governo no combate à corrupção em todos os setores da sociedade brasileira, sem distinção ou privilégios”, diz a nota da pasta comandada pelo ministro Fábio Faria, deputado federal licenciado do Rio Grande do Norte (RN) pelo PSD.

     

    (por Humberto Azevedo, especial para a Agência Política Real, com edição de Genésio Jr.)