• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 19 de setembro de 2021 20:35:32
Nordestinas
  • 02/07/2021 16h00

    MDB entra com ação no STF para que Ministério da Saúde se posicione, oficialmente, sobre tratamento contra o covid-19; partido tem importantes filiados que são críticos e apoiadores do Governo Federal

    Baleia Rossi apoiou pedido de emedevista do Senado
    Foto: Arquivo da Política Real

    Baleia Rossi apoia pedido dos senadores contra o Ministério da Saúde

    ( reeditado) 

    (Brasília-DF, 02/07/2021) O MDB entrou nessa quinta-feira, 1º, com a ação de  Arguição de Descumpimento de Preceito Fundamental (ADPF) no Supremo Tribunal Federal contra o Ministério da Saúde por ainda não ter tomado uma posição definitiva e oficial para o tratamento da covid-19. O partido é protagonista tanto em defesa do governo como na cobranças, seja nas ações que se dão no Congresso Nacional e no Senado, assim como na CPI da Pandemia.

    O MDB que tem uma posição oficial de independência na relação com o Governo, tem o senador Fernando Bezerra(MDB-PE), como líder do governo no Senado, assim como o senador Eduardo Braga(MDB-TO), como líder do governo no Congresso. Por outro lado, a senadora Simone Tebet(MDB-MS), líder da bancada feminina no Senado, é uma crítica do Governo na condução da pandemia, assim como o senador Renan Calheiros(MDB-AL), é relator da CPI da Pandemia, e o senador Eduardo Braga( MDB-AM), é líder do partido no Senado e tem uma postura crítica ao Planalto, porém menos incisiva que outros.

    A ADP, segundo assessoria do MDB, é uma iniciativa da liderança do partido no Senado e tem apoio da presidência naconal do partido.

    “O Ministério da Saúde, por intermédio da Conitec, não iniciou sequer as tratativas em relação à matéria, mesmo após mais de 16 meses de pandemia”, diz a ação.

    “Conforme noticiado pela imprensa, o Ministro da Saúde disse que pediu à CONITEC que analise o uso da cloroquina, acrescentando que essa é uma questão técnica que tem que ser enfrentada pela CONITEC. Ainda, de acordo com essa matéria jornalística, nas reuniões mais recentes da CONITEC, de abril e maio, não trataram do assunto e que o Governo vem sendo cobrado pela falta de um protocolo para tratamento da Covid-19 como um todo. Segundo a reportagem, especialistas dizem que a falta de uma regra nacional, depois de mais de um ano de pandemia, prejudica a atuação dos hospitais.”, diz parte do MDB na ação.

     “Cabe ressaltar que o primeiro quadrimestre do ano de 2021 superior o número de mortes de 2020 e que já totalizam, infelizmente, mais de 500 mil mortes”, conclui.

    O MDB é o maior partido no Senado Federal. Na última semana, a senadora Simone Tebem teve um papel fundamental na CPI da Pandemia quando conseguiu extraiar do deputado Luís Miranda(DEM-DF) a informação de que o presidente Jair Bolsonaro teria dado razão para uma ação de improbidade administrativa que está no Supremo Tribunal Federal(STF), que acabou incapanda para abertura de inquérito pela Procuradoria Geral da República

    “Temos que investigar todas as denúncias. Seja uma tentativa de corrupção ou estelionato de vacinas”, disse Braga. O presidente do MDB, deputado Baleia Rossi, concorda: “Os fatos narrados na CPI são relevantes, preocupantes e exigem do governo uma resposta. São denúncias graves”.

    ( da redação com informações de assessoria. Edição: Genésio Araújo Jr)