• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 19 de setembro de 2021 21:06:10
Nordestinas
  • 07/05/2021 18h54

    CRISE NOS PROGRAMAS SOCIAIS: Governadores do Nordeste pedem reunião com João Roma Neto para resolver a forma “desigual e excepcional” das políticas sociais

    Veja mais
    Foto: Arquivo da Política Real

    João Roma Neto está sendo instado a discutir com os governadores do NE

    (Brasília-DF, 07/05/2021) Os governadores do Nordeste, através do Consórcio Nordeste, pediram uma reunião com o ministro da Cidadania, João Roma Neto, para tratar de uma crise nos programas sociais voltados para o Nordeste.

    “As inserções no Programa Bolsa Família não vêm se dando de forma proporcional à demanda do território nacional. Ao contrário. O que observamos, é a forma desigual e excepcional que a gestão federal tem administrado a distribuição das políticas sociais. Os programas de transferência de renda se configuram como estratégias indispensáveis no enfrentamento da pobreza e alívio da extrema pobreza.”, diz parte do ofício encaminhado ao Ministério e assinado pelo governador do Piauí e presdiente do Consórcio Nordeste, Wellington Dias.

    Dias afirma que o Nordeste está sendo prejudicado.

    “O cenário que se vislumbra para a região é de uma situação inédita de cortes e redução do orçamento dos principais programas de proteção às famílias.  Aumento da fila de espera no programa Bolsa Família - o Nordeste passou a ter a maior demanda reprimida do Brasil, são 685.984 famílias (38% do Brasil):, afirmou.

    Dias afirma que 48.116 famílias foram excluídas do programa Bolsa Família.

    Pobreza e violência

    Ele destacou o avanço da pobreza e da violência durante esse período da pandemia.

    “De março de 2020 a janeiro de 2021, 86.721 famílias entraram na situação de extrema de pobreza, sendo que a região Nordeste possui 7.142.012 de famílias em situação de extrema pobreza.   Aumento de violências, violação de direitos e adoecimento mental. O IPEA fez um levantamento dos órfãos da Covid-19, já temos mais de 45 mil crianças e adolescentes no país nesta situação.”, destacou no ofício.

    Dias informa que tomou a  iniciativa de informar ao Supremo Tribunal Federal sobre a situação e destacou que o Governo Federal atua contra a isonomia.

    “Em 20 de Março de 2020 o Consórcio Nordeste por meio do Of. CIDSNE/PRES 007/2020 instou o Supremo Tribunal Federal diante dos cortes no Programa Bolsa Família, 158.453 famílias foram excluídas, das quais 61% na região Nordeste, situação avaliada como estarrecedora e que nos causou profunda indignação. Em 2021, o Governo Federal volta a ferir o princípio de isonomia ante os entes da federação.”, disse.

    A reunião pedida por Dias a Roma Neto incluiria além dos os governadores do Nordeste  os secretários de Assistência Social.

     

    REGIÕES

    REDUÇÃO/EVOLUÇÃO DEZ/2020 A FEV/2021

    (Nº de famílias)

    Demanda reprimida do Programa Bolsa Família

    (Nº de famílias - FEV/2021)

    Nordeste

    -48.116

    685.984 (38%)

    Norte

    -13.014

    208.829 (4%)

    Centro Oeste

    4.090

    103.662 (6%)

    Sudeste

    21.479

    663.393 (37%)

    Sul

    26.504

    153.017 (12%)

    Brasil

    -9.057

    1.814.885

     

    ( da redação com informações de assessoria. Edição: Genésio Araújo Jr)