• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 27 de junho de 2019 04:56:51
Magno Martins
  • 20/05/2019 08h53

    Enfim, estradas são lembradas

    Paulo Câmara enfrenta a crise

    Paulo Câmara mostra coragem( Fotos: assessoria e Ag. Senado)

    (Recife-PE) Em tempos catastróficos do ponto de vista financeiro, em que União, Estados e Municípios penam com cofres vazios, o governador Paulo Câmara (PSB) assina, hoje, um plano audacioso de recuperação das estradas englobando as seis regiões do Estado. Uma excelente notícia para quem é obrigado a enfrentar as buraqueiras, a começar pela BR-232.

    Desde o final das obras da sua duplicação um imbróglio na justiça federal vinha impedindo qualquer tipo de manutenção na estrada. O plano começa justamente pela BR-232, uma das mais movimentadas do Estado. Câmara mantém um estilo discreto, mas o socorro às principais vias de escoamento rodoviário ocorre após uma semana na qual deu demonstrações de que o Estado continua de pé, como diz.

    Contratou mais 500 profissionais na área de saúde, liberou recursos para a UPE, enquanto a União corta a grana das universidades, fez chegar a Belo Jardim a Ciranda da Educação, inaugurou o banco de imagens do hospital do Agreste e abriu 30 mil cursos profissionalizantes para jovens vulneráveis.  Isso sem falar na parceria com a Jeep, que está injetando R$7,5 bilhões em sua planta, gerando mais nove mil empregos.

    Amor e guerra – Depois da notícia de que ex-presidente Lula está apaixonado, recebendo a namorada de 40 anos todas as quartas-feiras na prisão, certamente vai cair no colo dos poetas e glosadores sertanejos uma boa temática para os motes que geram os chamados desafios em cantoria: enquanto Lula faz amor, Bolsonaro guerreia. Está aí a sugestão do mote para os cantadores.

    Largou aliado – Bastou o ex-senador Armando Monteiro (PTB) gravar um vídeo nas redes sociais apoiando a reeleição do prefeito de Belo Jardim, Hélio dos Terrenos (PTB), para o Palácio mandar um recado ao velho líder Cintra Galvão, rompido com o gestor e que permanecia fiel a Armando. Quer tê-lo mais próximo em 2020.

    Armando Monteiro reapareceu e abalou

    Dá a chupeta – O deputado Wanderson Florêncio (PSC) anda choramingando pelos corredores da Assembleia Legislativa depois que perdeu todos os cargos no Governo. Quis dar uma de galo de briga, rompendo como governador Paulo Câmara, e se deu mal. Apesar de novo na política, Florêncio tem fama de traidor. Sua primeira canelada foi em Daniel Coelho.

    A dinheirama de Lula – O ministro da Justiça, Sérgio Moro, já derrotado na comissão especial da Câmara, pode perder uma ferramenta poderosa: o Coaf possui mais de 17 milhões de informações financeiras. Somente no ano passado, 370 mil pessoas e empresas tiveram as contas vasculhadas pelo órgão. Foi o Coaf que descobriu a fortuna de R$ 27 milhões de Lula.

    Perda – O prefeito licenciado do Cabo, Lula Cabral (PSB), perdeu a sua mãe Edite Maria de Oliveira, vítima de um AVC. Era genitora também do ex-deputado Everaldo Cabral e avo da deputada Fabíola Cabral (PP). O enterro foi ontem no cemitério do Cabo de Santo Agostinho.

    Cidadania – Vários prefeitos do Pajeú já confirmaram presença na entrega do meu título de cidadão de Tabira no próximo sábado, às 19 horas. Além do anfitrião Sebastião Dias, os prefeitos de Afogados da Ingazeira, Carnaíba, Solidão, Iguaracy e São José do Egito. A autoria é do vereador Kléber Paulino (PSDB).