• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 19 de agosto de 2018 16:37:53
Política de Brasília para Brasília
  • 13/06/2018 21h09

    Laerte Bessa chama Rollemberg de pilantra e cachorro

    Veja a íntegra da fala

    Laerte Bessa( Foto: assessoria)

    O deputado Laerte Bessa foi a tribuna da Câmara dos Deputados em dia que se tentou tratar de aumentar recursos do Fundo Constitucional para o Distrito Federal para xingar o governador Rodrigo Rollemberg de pilantra e cachorro.

    Ele, que é delegado licenciado da Polícia Civil do DF, disse que o governador estaria acabando com a polícia civil local.  

    Veja a fala dele na íntegra durante a sessão desta quarta-feira,13 de junho de 2018:

    O SR. LAERTE BESSA (PR-DF. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, estão querendo acabar com a segurança pública do Distrito Federal. Depois, não reclamem quando Brasília virar um Rio de Janeiro. Hoje, Brasília está com 20 delegacias fechadas. Não há batalhões nas cidades satélites, e nós não podemos continuar do jeito que está. Brasília está acabando por má gestão desse Governador pilantra, esse cretino que está aí no comando de Brasília. Ele simplesmente jogou a nossa segurança na lama. E nós não podemos aceitar.

    Nós estamos trabalhando para ajustar o fundo constitucional, que foi criado para a segurança pública e dar assistência para a saúde e educação, mesmo porque a saúde e a educação já têm o seu fundo. Então, nos não podemos mais ser sufocados por esse Governador que simplesmente odeia Brasília. Ele odeia a segurança pública, odeia a comunidade de Brasília. Então, nós estamos aqui para aprovar esse destaque que vem regular o fundo constitucional do Distrito Federal.

    Ele está anunciando aí nas redes sociais que nós estamos tirando 1 bilhão da saúde. Isso é mentira dele. Ele é mentiroso, como mentiu nos 3 anos e meio do Governo dele, esse cachorro que não merece a credibilidade dopovo de Brasília.

    Então, Sr. Presidente, eu quero pedir apoio da bancada de segurança pública, para nós não vermos Brasília virar o Rio de Janeiro. Brasília não pode mais ficar sufocada por este Governador. Eu queria pedir a todos que votassem a favor desse destaque, que vem simplesmente fazer Brasília voltar a ser o que era, a melhor segurança pública do País, e nós não podemos abrir mão disso. É isso o que eu queria pedir.

    Depois, não digam que eu não falei. Ou nós fazemos isso ou nós vamos levar a segurança pública do Distrito Federal para a Cochinchina, porque nós não podemos mais ficar subordinados a um Governador pilantra, safado, cretino, que não respeita o povo de Brasília. É isso o que eu queria passar para os colegas.

    Se alguém quiser ter confiança na segurança da capital federal que vote sim, porque nós não podemos mais continuar com esses abusos que estamos tendo aqui no Distrito Federal.

    Ele mandou seus capachos para esta Casa hoje trabalhar contra as nossas emendas, minha, do Deputado Alberto Fraga e de outros que têm compromisso com a segurança pública. Ele mandou seus capachos para esta Casa, mas, com a palavra do Presidente...

    O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Para falar contra, concedo a palavra ao Deputado Izalci Lucas. (Pausa.)

    O SR. LAERTE BESSA - Só para encerrar, Sr. Presidente.

    O SR. PRESIDENTE (Rodrigo Maia) - Só são 3 minutos, Deputado. É preciso respeitar o Regimento.

    O SR. LAERTE BESSA - A partir desse momento, eles saíram do plenário e realmente foi mantida a ordem aqui dentro.

    Muito obrigado.

    ( da redação com informações da taquigrafia da Câmara dos Deputados)