• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 20 de junho de 2018 00:57:17
Política de Brasília para Brasília
  • 26/05/2018 20h31

    Sindicato dos combustíveis de Brasilia diz que até segunda-feira, 28, estará tudo regularizado

    Segundo o sindicato, o abastecimento amanhã (27), domingo, funcionará em esquema de plantão e os caminhões continuarão a ser escoltados por policiais

    Postos voltarão ao normal até segunda-feira ( foto: Agência Brasil)

    Apesar do dia difícil para abastecer veículos em Brasilia, houve notícia boa neste sábado, 26.

    O Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e de Lubrificantes do Distrito Federal (Sindicombustíveis), que representa os postos de gasolina, hoje (26),informa que foram entregues mais 3 milhões de litros em diversos postos da capital federal e de cidades próximas. Eles garantem que até segunda-feira, 28, o sistema estará regularizado.

    Segundo o sindicato, o abastecimento amanhã (27), domingo,  funcionará em esquema de plantão e os caminhões continuarão a ser escoltados por policiais. Segundo a entidade, a população não precisa mais se alarmar com a falta de combustíveis na cidade.

    A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) também tranquilizou a população e afastou o risco de desabastecimento de água potável a partir de terça-feira (29). Em nota emitida esta tarde, a empresa informou que as carretas com produtos químicos que purificam a água que estavam retidas em Cristalina (GO) foram liberadas com escolta da Polícia Rodoviária Federal.

    No comunicado, a Caesb recomendou que os consumidores não estoquem água em excesso e evitem desperdícios. A empresa assegurou que o sistema está dentro da capacidade e da necessidade de atender à população.

    Aeroporto

    Depois de receber quatro caminhões com querosene de aviação por volta das 13h, o Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek informou ter recebido mais dois caminhões ao longo da tarde. Segundo a última atualização, o aeroporto operava com 6,5% da capacidade de abastecimento. Até as 17h, haviam sido cancelados 58 voos, dos quais 32 chegariam a Brasília e 26 partiriam da capital federal.

    Pela rede social Twitter, a administração do aeroporto informou que a companhia Latam enviou um Boeing 777 com um adicional de 40 toneladas de combustível, que será usado para abastecer outros aviões da empresa. A mesma aeronave levou 385 passageiros para Guarulhos (SP). Esse tipo de avião costuma ser usado em rotas internacionais de longa distância.

    Casamento coletivo cancelado

    A greve dos caminhoneiros, no entanto, continua a provocar transtornos. Um casamento coletivo com 68 casais no Centro de Convenções de Brasília, que seria realizado amanhã, foi cancelado. Segundo a Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania do Distrito Federal, o deslocamento dos noivos, dos parentes e demais convidados e de profissionais como cabeleireiros, maquiadores, seguranças, responsáveis por bufês e servidores públicos ficou prejudicado. Uma nova data para o evento será informada nos próximos dias.

    ( da redação com informações da Agência Brasil)