• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 22 de julho de 2018 13:01:50
Misto Brasília - Por Gilmar Correa
  • 30/04/2018 10h50

    Uma Brasília para ser conhecida

    A capital federal é dos brasileiros que deveriam conhecer esse Patrimônio Mundial da Humanidade

    Brasília é um patrimônio dos brasileiros que completa hoje 58 anos/Arquivo/Divulgação

    Muito já se escreveu sobre Brasília. A sua política incrustrada na Praça dos Três Poderes. A história de Juscelino e os traços característicos de uma capital planejada pela caneta do arquiteto Lúcio Costa. Dos candangos que vieram para construir este Patrimônio Mundial da Humanidade e sua arquitetura única com a assinatura de Oscar Niemayer.

    E do histórico marco de transferir a capital federal para quase no meio do mapa do Brasil, uma proposta de mais de 200 anos.

    Brasília é tudo isso e muito mais com as pessoas que passaram por aqui, deixaram suas marcas e construíram suas famílias. Estou neste contingente que veio (e vem todos os dias) depois dos prédios erguidos e das grandes avenidasjá em uso. Entre as idas e vindas, somam 24 anos, uma parte da idade dessa linda cidade que completa 58 anos.

    Quando falamos de Brasília, os outros brasileiros só pensam no Congresso e seus políticos. Sim, Brasília também marca sua trajetória pelo comportamento dos integrantes do Legislativo, do Executivo e do Judiciário. Essas pessoas -  como a maioria que está aqui - vieram dos estados. Se desvios existem, eles também podem ser vistos nos municípios e nos estados. É um problema nacional que precisa ser combatido pela cidadania.

    A capital federal é dos brasileiros e por isso todos deveriam passar um, dois dias aqui para conhecer não só a Esplanada dos Ministérios. O Distrito Federal tem “muitas e muitas” coisas interessantes.

    Seus restaurantes com uma culinária diversificada e internacionalizada. Seu patrimônio, suas feiras nas cidades como Guará, Ceilândia ou Taguatinga. Ou essa beleza de natureza que pode ser contemplada no Altiplano Leste, no Lago Oeste ou no Jardim Botânico.

    Todo dia pode ser uma descoberta, como um passeio no Parque da Cidade ou assistir as cores que se intensificam no Verão e que anima nossa existência.

    Dizem que o pôr do Sol é único aqui em Brasília. Ver o Sol fechar o dia a partir da Torre de TV é maravilhoso. Esta torre é um símbolo brasiliense como a Torre Eiffel é para parisienses.

    A natureza aqui é farta. No Plano Piloto há dezenas de espécies de pássaros e frutas podem ser colhidas numa caminhada nas suas respectivas estações.

    Ok, tem muita coisa para ser feita e todo dia é uma vigília.

    Criamos o nosso orgulho de respeitar a faixa do pedestre ou chamar os amigos para o churrasco no fim de semana. Não temos o mar, mas lagos que precisam ser limpos. Incentivar ainda mais o uso das bicicletas e fazer o esporte para todos os gostos como uma grande confraternização, como nos calçadões do Eixão das famílias nos fins de semana e nos feriados, como hoje.

    Um viva à Brasília. Um viva aos brasilienses. Um viva aos brasileiros neste simbólico Dia de Tiradentes, vizinho entre o Dia do Índio e do Dia do Descobrimento do Brasil.