• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 17 de junho de 2019 02:36:24
Humberto Azevedo
  • 27/02/2019 15h55

    Em reunião com investidores, Wellington Dias acredita em implantação do aeroporto de Parnaíba

    Em agenda cumprida na última semana de fevereiro, o governador piauiense falou que encontro com empresários árabes e europeus pode propiciar mais investimentos na área de energia

    Fachada do aeroporto da cidade Parnaíba, no sul do Piauí.

    (Brasília-DF, 27/02/2019) O governador do Piauí, Wellington Dias, disse na última semana de fevereiro que está esperançoso na vinda de novos investimentos de empresas estrangeiras que possam ajudar na implantação do aeroporto regional de Parnaíba, no sul do estado. Inaugurado em 1971, o aeroporto não possui linhas aéreas fixas.

    A declaração aconteceu após o governador piauiense participar de uma reunião com um grupo de empresários da Emirates e do Banco Árabe de Investimentos no último dia, 21 de fevereiro. O encontro, que também contou com empresários europeus, aconteceu na liderança do PT da Câmara dos Deputados, em Brasília.

    Wellington disse que a conversa resultou na formação de uma agenda técnica envolvendo o governo estadual e os empresários. Ele espera que a relação possa propiciar mais investimentos na área de energia, produção de alimentos e a ampliação da importação e exportação entre o Piauí e os países de origens dos empresários.

    “São empresas de países árabes e da Europa que se interessam em investir no Brasil. E ao investir no Brasil tem alguns focos, em algumas áreas, com grandes possibilidades [de se instarem] no Piauí como no setor de geração de energia eólica, solar, de produção de alimentos, [assim como isso propiciará a] ampliação do comércio de importação e exportação”, contou.

    “Destaco o interesse, por exemplo, de ter [a implantação do] aeroporto de Parnaíba que está muito próximo da África e dos países árabes como uma alternativa. [Além do] porto de Luís Côrrea que nós estamos colocando agora numa parceria público-privada. Então acertamos uma agenda técnica com os principais fundos de investimentos e, espero, que de bons resultados”, completou.

     

    Parceria alemã

    O governador piauiense destacou também que sua passagem por Brasília na última semana também resultou num encontro com a deputada alemã Yasmin Fahimi, do partido socialdemocrata (SPD), em que trataram da situação política no país, assim como da parceria que o governo do estado já possui com o governo alemão em diversas áreas.

    “Tivemos também uma agenda com a deputada pela Alemanha, Iasmin, que veio até aqui buscar compreender o que acontece no Brasil com relação a democracia, ao social, a economia, e em especial no que aconteceu com o ex-presidente Lula. Eles têm uma visão clara de que há uma injustiça e a desobediência aos preceitos legais, das regras dos tratados internacionais e da própria Constituição”, disse.

    “E ficou acertado a disposição do parlamento da Alemanha e, de imediato, do governo da Alemanha, que já é parceiro do Piauí na área de investimentos hídricos e que queremos prosseguir na área da saúde. Estamos trabalhando a implantação [conjunta] de um hospital de traumas, em Teresina, e isso vai ser fundamental”, complementou.


Vídeos
publicidade