• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 20 de setembro de 2020 03:44:22
Em Tempo Real
  • 16/09/2020 07h54

    BOLSA FAMILIA X RENDA BRASIL: Bolsonaro ameaça equipe econômica e diz que não vai ter mais Renda Brasil até 2022

    Bolsa Família vai ficar só que mais "gordo"
    Foto: Imagem de redes sociais e revista Exame

    Bolsonaro fala, irritado, em redes sociais

    ( Publicada orginalmente às 11h 06 do dia 15/09/2020) 

    (Brasília-DF, 16/09/2020)  O Presidente Jair Bolsonaro anunciou nas redes sociais( Facebook Youtube, Twitter e Instagram) num vídeo que mandou paralisar a discussão, definitivamente, a discussão do Renda Brasil que iria substituir o Bolsa Família, que é visto, dentro do Planalto, como um programa “petista”. Bolsonaro, irritado, ao ler manchetes de jornais com informações de que o Governo Federal estudava reduzir ou congelar benefícios para montar o novo programa, ele foi categórico.

    “- Congelar aposentadorias, cortar auxílio para idosos e pobres com deficiência, um devaneio de alguém que está desconectado com a realidade.

    - Como já disse jamais tiraria dinheiro dos pobres para dar aos paupérrimos.”, disse na abertura da postagem que segue em vídeo.

    Bolsonaro, em sua irritação, disse que iria dar cartão vermelho a quem lhe apresentasse essas medidas. Há informações de que ele teria convocado, fora da agenda, o ministro da Economia, Paulo Guedes, para uma reunião. Quem deu a declaração no sentido de congelamento de benefícios foi o secretário de Fazenda, Waldery Rodrigues Junior, que teve apoio do presidente da Câmara dos Deputados, deputado Rodrigo Maia(DEM-RJ).  A declaração de Waldery é vista com pleno aval de Guedes que defende o fim da indexação da economia.

    "Eu já disse, há poucas semanas, que eu jamais vou tirar dinheiro dos pobres para dar para os paupérrimos. Quem porventura vier propor para mim uma medida como essa, eu só posso dar um cartão vermelho. É gente que não tem o mínimo de coração, o mínimo de entendimento de como vivem os aposentados do Brasil", disse o presidente.

    Bolsonaro disse que jamais iria congelar salários.

    "Quero dizer a todos vocês. De onde veio? Pode ser que alguém da equipe econômica tenha falado nesse assunto, pode ser, mas por parte do governo jamais vamos congelar salário de aposentados como jamais vamos fazer com que o auxílio para idosos e pessoas com deficiência seja reduzido para qualquer coisa que seja", disse o presidente.

    Ele finaliza, categórico, até 2022 não tem mais Renda Brasil.

    “Até 2022, no meu governo, está proibido falar a palavra Renda Brasil. Vamos continuar com Bolsa Família e ponto final”, disse Bolsonaro, em uma rede social.

    Waldery Rodrigues Jr. é homem de confiança de Paulo Guedes

    ( da redação com informações de redes sociais. Edição: Genésio Araújo Jr)