• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 18 de outubro de 2021 01:37:59
Nordestinas
  • 03/09/2021 20h00

    FAMÍLIA BOLSONARO: Advogada Ana Siqueira Vale, ex-mulher de Bolsonaro, poderá depor aos senadores na CPI da Pandemia no Senado

    Veja mais
    Foto: Imagem internet

    Ana Cristina Siqueira Vale poderá depor aos senadores

    (Brasília-DF, 03/09/2021)  Bolsonaro e seus filhos não vão falar na CPI da Pandemia no Senado, certamente, mas tem mãe de um Bolsnoaro que poderá terminar tendo que dar explicações por lá.

    Nesta sexta-feira, 3, o líder do Cidadania no Senado, Alessandro Vieira (SE),  anunciou que protocolou um requerimento, dirigido ao presidente da CPI da Pandemia, Omar Aziz (PSD-AM),  propondo a convocação de Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro.

     O senador pelo Sergipe argumenta que diálogos apontam a possível atuação de Ana Cristina na intermediação de interesses de lobistas diante de autoridades públicas.

    Mensagens eletrônicas extraídas de um celular, em posse da CPI, de acordo com o requerimento, indicam que a pedido do lobista Marconny Faria, a ex-mulher do presidente da República entrou em contato com o Palácio do Planalto para “exercer influência” no processo de escolha do Defensor Público-Geral Federal junto a Jorge Carvalho, então ministro da Secretaria Geral da Presidência e atual ministro do TCU (Tribunal de Contas da União).

    Marconny Faria atuou como lobista da empresa Precisa Medicamentos, uma das principais investigadas pela CPI, envolvida na tumultuada negociação de compra da vacina Covaxin. As mensagens tiveram origem em material sigiloso enviado pelo Ministério Público Federal no Pará, parte de uma investigação sobre desvios de recursos públicos em órgão ligado ao Ministério da Saúde.

    Data certa

    O senador Randolfe Rodrigues(Rede-AP) disse no Twitter, ele que é vice-presidente da CPI da Pandemia, que deseja votar o requerimento do senador Alessandro Vieira( Cideadania-SE) no dia 14 de setembro.

    “A votação desse requerimento do Senador  @Sen_Alessandro é indispensável para o curso das investigações da CPI.    Votaremos na retomada dos trabalhos no dia 14/09.”, disse.

    Veja a íntegra da justificava do requerimento:

    “JUSTIFICATIVA

    Mensagens eletrônicas extraídas de aparelho celular em posse desta Comissão Parlamentar de Inquérito indicam que, a pedido do lobista Marconny Faria, a Sra. Ana Cristina Siqueira Valle, ex-mulher do atual Presidente da República, entrou em contato com o Palácio do Planalto para exercer influência no processo de escolha do Defensor Público-Geral Federal junto ao então Ministro da Secretaria Geral da Presidência e atual Ministro do TCU, Jorge Oliveira.

    Referidas mensagens são fruto de material sigiloso enviado pelo Ministério Público Federal no Pará, por ele obtidas no seio de uma investigação sobre desvio de recursos públicos em órgão ligado à Pasta da Saúde.

    Como se sabe, o Sr. Marconny Faria atuou como lobista da empresa Precisa Medicamentos, investigada pela CPI da Pandemia em razão de irregularidades na negociação de compra da vacina Covaxin, de modo que a sua relação próxima com a ex-esposa do Sr. Jair Bolsonaro deve ser amplamente

    esclarecida, com vistas a examinar potencial atuação ilícita de ambos no contexto da pandemia. Ante o exposto, roga-se o apoio dos nobres pares para a aprovação do presente requerimento.

    Sala da Comissão,

    Senador ALESSANDRO VIEIRA

    CIDADANIA/SE”.

     

    ( da redação com informações de redes sociais e assessorias. Edição: Genésio Araújo Jr)