• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 14 de novembro de 2019 01:18:32
publicidade


Nordestinas
  • 11/10/2019 21h38

    ÓLEO NAS PRAIAS: Gabinete de crise divulga nota com ações; Senador Alessandro Vieira tinha cobrado ações do governador Belivaldo Chagas

    Veja a íntegra da nota
    Foto: NE Notícias

    Belivaldo Chegas e Alessandro Vieira

    (Brasília-DF, 11/10/2019) Na última terça-feira, 8, o senador Alessandro Vieira(Cidadania-SE) divulgou nota afirmando, entre outras coisas, que o Governo do Sergipe deveria colocar para funcionar um gabinete de crise para enfrentar para discutir a situação e soluções com a crise do “óleo nas praias“.   Vieira disse que é fundamental que o governador Belivaldo Chagas delimite as  “as necessidades de todas as prefeituras atingidas, do Tamar, da Abih (hotelaria), do trade turístico, do próprio Executivo estadual e das comunidades de pescadores e marisqueiros”.

    Nesta sexta-feira, 11, foi divulgada uma nota pelo Governo do Sergipe com um conjunto de medidas

    “O Governo de Sergipe, por meio do Gabinete de Crise, reunido nesta sexta-feira, 11, na Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs), informa as medidas adotadas pelo Executivo Estadual durante surgimento da substância oleosa no litoral do Nordeste:

    Pesca:

    Está sendo feita coleta e monitoramento da qualidade do pescado, com envolvimento dos órgãos públicos estaduais: Secretaria de Estado da Agricultura Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri), Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa-SE), Instituto Tecnológico de Pesquisas do Estado de Sergipe, (IPTS) e diversos laboratórios do estado. Este monitoramento é feito periodicamente para fornecer um parecer preventivo para avaliação da qualidade do pescado para consumo.

    Balneabilidade:

    A análise da água, feita periodicamente pela Administração Estadual de Meio Ambiente (Adema), atesta para balneabilidade, no entanto recomenda aos banhistas que evitem o contato com as manchas de óleo presentes no litoral.

    Abastecimento público de água

    A Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), vem monitorando a qualidade da água para consumo humano em todos os locais de captação de água e, até o momento, não há risco de contaminação. A Companhia, inclusive, colocou preventivamente barreiras de proteção nos locais de captações de água.

    Limpeza

    O processo de limpeza, de retirada das manchas de óleo permanece sendo feito diariamente em toda a extensão do litoral sergipano por equipes das prefeituras de municípios atingidos, a exemplo de Aracaju e Barra dos Coqueiros e por cerca de 20 colaboradores da Petrobras. O material recolhido é enviado para uma unidade da Petrobras em Carmópolis, chamado Alto do Jericó.

    Monitoramento

    O Governo de Sergipe, articulado com os municípios, continuará permanentemente vigilante quantos aos impactos da presença das manchas de óleo na foz dos rios que cortam o estado, inclusive na próxima segunda-feira, 14 de outubro, uma equipe técnica do Gabinete de Crise, irá percorrer a foz do Rio Sergipe, saindo da Barra dos Coqueiros.

    ( da redação com informações de assessoria. Edição: Genésio Araújo Jr)