• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 14 de novembro de 2019 03:00:21
publicidade


Nordestinas
  • 11/10/2019 12h58

    OCDE: Marcos Pereira, VP da Câmara, reage a possibilidade do Brasil esperar mais para entrar no “Clube dos Ricos”; Pereira foi, também, ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio do Governo Temer

    “Política externa deve estar fundamentada em princípios de reciprocidade e não em ideologia e juras de amor”, disse
    Foto: site Poder 360

    Marcos Pereira é VP da Câmara e ex-ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio

    (Brasília-DF, 10/10/2019) O ex-ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior do ex-presidente Michel Temer (MDB), deputado Marcos Pereira (Republicanos-SP), reagiu com bom humor sobre a possibilidade do Brasil esperar mais do que imaginava para entrar na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) a partir das posturas do Governo dos Estados Unidos. Ele também é o Primeiro VP da Câmara dos Deputados

    “A indisposição de Donald Trump de indicar o Brasil para a OCDE revela que a política externa deve estar fundamentada em princípios de reciprocidade e não em ideologia e juras de amor. Defendemos isso com clareza no novo manifesto do Republicanos. [E] foi assim que atuamos quando ministro. Nosso objetivo sempre foi o de colocar o Brasil em posição de igualdade com nossos parceiros, nunca submisso”, escreveu em suas redes sociais nessa quinta-feira

    Nessa quinta-feira, 10, o Presidente Bolsonaro disse que a hora do Brasil vai chegar na OCDE. A Embaixada dos EUA no Brasil divulgou duas notas, uma vinda do próprio Departamento de Estado, dizendo que os EUA continuavam apoiando a entrada do Brasil na OCDE e a informação inicialmetne divulgada pela agência Bloomberg não eria verdade. 

    (por Humberto Azevedo, especial para Agência Política Real, com edição de Genésio Jr.)