• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 14 de novembro de 2019 02:57:31
publicidade


Nordestinas
  • 08/10/2019 07h50

    NORDESTE: Bolsonaro diz que óleo que está atingindo praias do NE não vem do Brasil; ele não quis dizer de onde poderia vir mas disse que o óleo tem um DNA

    Na semana passada, a Polícia Federal abriu um inquérito para apurar a origem da substância
    Foto: Adema/ Governo do Sergipe

    Manchas de óleo que atingem nosso litoral nordestino

    ( Publicada originalmente às 21h 09 do dia 07/10/2019) 

    (Brasília-DF, 08/10/2019) O Presidente Bolsonaro disse hoje, 7, que o óleo que está atingindo as praias do Nordeste não é coisa do Brasil pois não é produzido e nem comercializado no país. É provável, avalia o Presidente, que esse óleo seja fruto de vazamento causado por um navio. Questionado, o Presidente disse que saber a origem do óleo.

    "O que está constatado é que existe um DNA desse petróleo. Ele não é produzido no Brasil nem comercializado no Brasil. Aproximadamente 140 navios fizeram trajeto por aquela região, pode ser algo criminoso, pode ser um vazamento acidental, pode ser um navio que naufragou também. Agora, é complexo, existe a possibilidade, temos no radar um país que pode ser o da origem do petróleo e continuamos trabalhando da melhor maneira possível não só para dar uma satisfação para a sociedade, como colaborar na questão ambiental", disse na entrada do Ministério da Defesa, após comandar uma reunião de emergência sobre o assunto, que teve a participação dos ministros Fernando Azevedo (Defesa), Ernesto Araújo (Relações Exteriroes), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Bento Albuquerque (Minas e Energia).

    Na semana passada, a Polícia Federal abriu um inquérito para apurar a origem da substância. Instituições como o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) estão desde o dia 2 de setembro analisando os casos  A investigação envolve a PF, o Comando da Marinha, o Ibama e o ICMBio. O litoral de todos os estados do Nordeste foi atingido pela manchas de óleo.

     

    ( da redação com informações de assessoria. Edição: Genésio Araújo Jr)