• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 14 de novembro de 2019 01:19:32
publicidade


Nordestinas
  • 07/10/2019 08h15

    Bolsonaro e Sérgio Moro reagem a matéria que revela possível caixa dois na campanha presidencial

    Veja as postagens
    Foto: Ultimo Segundo

    Bolsonaro e Moro

    ( Publicada originalmente às 19h 34 do dia 06/10/2019) 

    ( reeditado) 

    (Brasília-DF, 07/10/2019) O Presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, foram as redes sociais neste domingo reagir a uma matéria publicada na edição de hoje do jornal e do site da “Folha de São Paulo” que revela que a campanha presidencial de Bolsonaro teria recebido caixa dois fruto da camanha do PSL na eleição do deputado federal, hoje ministro do Turismo do Governo, Marcelo ÁVeja as polvaro Antonio. 

    Bolsonaro fez duras críticas a matéria que teria se baseada em informações da Polícia Federal, que já indiciou Marcelo Álvaro Antonio por usar de recursos fraudulentos em sua campanha supostamente desviando recursos voltados para campanhas das mulheres no PSL, na eleição do ano passado, 2018.

    “- A Folha de São Paulo avançou a todos os limites, transformou-se num panfleto ordinário às causas dos canalhas.

    - Com mentiras, já habituais, conseguiram descer às profundezas do esgoto.

    - Na matéria o tal assessor disse que "acha que parte dos valores foi usada para pagar material de campanha de Bolsonaro."

    - Não usei dinheiro do fundo partidário. Foram R$ 1,7 bi distribuidos aos partidos.

    - Arrecadei na Internet R$ 4 milhões e usei apenas a metade.

    - Tentei doar a sobra de R$ 2 milhões para a Santa Casa de Juiz de Fora, mas a legislação não permitiu.

    - O que mais me surpreende são os patrocinadores que anunciam nesse nesse jornaleco chamado de Folha de São Paulo.”, disse no Facebook e no Twitter.

    SINAIS DE MORO

    O minstro Sérgio Moro, hoje cedo, reagiu a matéria sugerindo amplo conhecimento do caso.

    “PR @jairbolsonaro fez a campanha presidencial mais barata da história. Manchete da Folha de São Paulo de hoje não reflete a realidade. Nem o delegado, nem o Ministerio Público, que atuam com independência, viram algo contra o PR neste inquérito de Minas. Estes são os fatos”, disse.

    ( da redação com informaçòes do Twitter. Edição: Genésio Araújo Jr)