• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 25 de abril de 2024 03:55:55
Genésio Jr.
  • 18/02/2024 13h45

    Agora, é pra valer!

    Lula, enquanto a semana do Carnaval não se acabava, fez uma viagem à África important

    Agora vai!( foto: Pinterest)

    (Brasília-DF) Tempos atrás, se dizia que no Brasil o ano só começava depois do Carnaval. Isso era antes do Brasil ser do clube das 20 maiores economias do Planeta. Não dá para ter caminhado tanto começando o ano de trabalho ao final do segundo mês do ano!

    O Ano Legislativo, ou Congressual, onde o poder ganhou mais força, especialmente depois que Jair Bolsonaro se entregou para evitar perder o mandato – pode até começar depois do Carnaval, mas o outro Brasil está a milhões de km por hora!

    O primeiro trimestre do ano é sempre o mais difícil, se fala em desaceleração econômica no Mundo, mas há indicativos que o ano não deverá ser ruim para o nosso país. Ano eleitoral é sempre cheio de emoções, muito papo furado e agora, em tempos de inteligência Artificial, se prepare mais coisa ainda.

    A semana vai iniciar intensa, pois o Congresso vai começar a discutir orçamento desde cedo e em seguida o tema da segurança pública deverá ganhar força face a fuga em Mossoró e a sensação de que o novo comando do Ministério da Justiça não vai ter brio suficiente para fazer alguns enfrentamentos, personalíssimos, especialmente.

    Antes do Carnaval, se soube do encontro do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de afagos públicos, com o presidente do Congresso, senador Rodrigo Pacheco, e de conversas reservadas com o presidente da Câmara, Arthur Lira.

    Lula, enquanto a semana do Carnaval não se acabava, fez uma viagem à África importante, fez mais política que negócios, mas ao lembrar de nossa relação cultural ,muito forte com os africanos, prepara terreno em terra agora mais fértil. Mal ou bem, a viagem foi boa.  Como se sabe, carisma de Lula ajuda muito mais até que seus discursos.

    Em meio a isso, o ex-presidente Jair Bolsonaro, visto como um réu iminente, anuncia comício-manifestação na Avenida Paulista, no próximo dia 25 de fevereiro, que reunirá seus apoiadores tradicionais, parlamentares, prefeitos e governadores, até alguns mais centristas.  Certamente, uma multidão. Ele vai dizer, acredite, que respeita o Estado de Direito Democrático e as tais “quatro linhas”, buscando colocar sua verdade frente a verdade das provas postas pela Operação Tempus Veritatis.

    Como se sabe no campo, o que enche rio é água suja. Muita gente, sabendo o ano eleitoral, vai fazer seus jogos.

    Bolsonaro tentando manter sua turma unida, mesmo em meio a borrasca político-jurídica em que está metido, e o Governo Lula 3 querendo se impor contando com uma economia que não deve fazer feito, assim como buscando dividir a força do Congresso Nacional.

    Lula se engana se pensa que só com a estratégia de aumentar emprego, dinamizar a economia, será suficiente para enfrentar o bolsonarismo, se enganam os bolsonaristas que em nome do antipetismo e os erros do Lula 3 conseguirão voltar ao poder com um dos seus.

    O ano econômico não está começando depois do Carnaval, mas não dá para negar que o ano político vai engrenar nesses próximos meses após Carnaval.   Muita desconfiança de parte a parte, seja entre governistas, seja entre os oposicionistas.

    Os lulistas podem ganhar, os oposicionistas podem ganhar, mas tenho certeza quem não perderá, o Centrão.

    Por Genésio Araújo Jr, jornalista.

    e-mail: [email protected]

     


Vídeos
publicidade