• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 19 de janeiro de 2018 01:33:35
Em Tempo Real
  • 18/01/2018 07h25

    BALANÇO - Fernando Bezerra Coelho fecha o ano com 47 relatorias e 14 projetos de sua autoria

    Parlamentar está entre os dez senadores mais ativos do ano
    Foto: Agencia Senado

    Fernando Bezerra Coelho no plenário do Senado

    ( Publicada originalmente às 09h 35 do dia 28/12/2017) 

     

    (Brasília-DF, 18/01/2018) O vice-líder do governo, senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE) encerrou o ano tendo relatado 47 matérias que tramitaram na Casa. Ele integra o ranking dos senadores que mais sugeriram proposições este ano, com 14 projetos. Esta semana, FBC avaliou a atuação do Senado.

    “Apesar de todas as turbulências e os problemas que o Brasil vem enfrentando nas mais diversas áreas, o balanço que faço é que 2017 foi um ano de conquistas”, analisou o senador. “O país virou a página da recessão, está superando a crise econômica e se prepara para criar as condições que vão permitir um longo ciclo de crescimento, prosperidade e de geração de emprego e renda".

    ATUAÇÃO

    Entre suas relatorias, a de maior destaque é a do Projeto de Lei da Câmara (PLC) 160/2017, que institui o RenovaBio, uma política nacional de biocombustíveis. O RenovaBio, além de ser aprovado por unanimidade na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), foi aprovado no plenário do Senado e passou à sanção presidencial.

    Os projetos de Lei do Senado (PLS) 354/2014 e 570/2015 foram destaques. O primeiro reduz os procedimentos para a renegociação de dívidas, diminuindo a burocracia. Já o segundo dispõe sobre a Lei de Responsabilidade Fiscal, alterando-a para dar mais transparência a informações sobre planos, orçamentos e leis de diretrizes orçamentárias; prestações de contas e relatórios de execução orçamentária e gestão fiscal pela União, os estados e os municípios.

    O senador ainda acumulou 32 pronunciamentos na tribuna e falas no Senado. Com o uso da palavra, o peemedebista discutiu matérias que tramitaram na Casa sobre os mais diferentes temas, desde economia e infraestrutura até educação, saúde e reformas estruturantes, como a reforma trabalhista.

    (da redação. Edição: Genésio Araújo Jr.)