• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 16 de julho de 2019 03:11:21
Nordestinas
  • 13/05/2019 06h59

    COMENTÁRIO: Tomara que Moro aprenda logo, mas o Governo...

    Ouça o comentário da Política Real
    Foto: arquivo Política Real

    Sérgio Moro vai aprender logo, mas o governo parece sem jeito!

    ( Publicada originalmente às 08h 59 do dia 10/05/2019) 

    (Brasília-DF, 13/05/2019) Estamos chegando, praticamente, ao final da primeira quinzena de maio. Teremos o dia das mães e a próxima semana será naturalmente animada no mundo político.

    Nesse apagar de luzes com a cidade do poder atuando com todos os seus performáticos, vimos mais uma vez as dificuldades do Governo Bolsonaro para fazer política.

    Imagina só o tamanho da confusão! O Governo não consegue se organizar e olhe que conta com o apoio dos presidente da Câmara e do Senado.

    O presidente Bolsonaro se reuniu com os governadores do Nordeste, esteve frente a frente com notórios críticos do seu governo, como o governador do Maranhão, Flávio Dino. Se encontraram no Palácio do Planalto.

    O Presidente não tem que se preocupar com a turma do PC do B do governador maranhense, mas com sua turma, que o diga a patuscada dos governistas que poderá colocar por terra o primeiro ato do governo. O enxugamento dos minisérios e a criação das superpastas para Paulo Guedes e Sérgio Moro. Eita turma que dá trabalho!

    OUÇA AQUI

    LEIA AQUI

     

    COMENTÁRIO

    Estamos terminando a semana enfrentando uma situação inusitada. O primeiro ato do novo governo, lá atrás, foi inaugurar sua atuação definindo a formação da nova administração.

    Pois ocorre que face a desorganização política do Palácio do Planalto se corre o sério risco de toda a legislação montada se esfacelar. Imagina se daqui para o final de maio face esse bate-cabeça o Mnistério da Economia deixar de existir e o próprio superministério da Justiça desaparecer?

    Um deputado de um partido simpático ao Planalto, que não é líder e não é do partido do Presidente pediu que o Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, não colocasse em votação, na tarde dessa quinta-feira, a MP que formatava o governo. Com isso, sem acordo, a votação da proposta vai ficar para o final da fila e com isso corre o sério risco de não ser votada em tempo.

    Surge a pergunta que não quer calar, por que alguém do governo não tomou à frente dessa iniciativa?

    O ministro Sérgio Moro, face a esse episódio em que os políticos decidiram lhe tirar poder, ele que é,  certamente, um dos homens públicos mais populares do país – vivencia o lado duro do jogo político. 

    Políticos argumentam que até dezembro o Coaf, sob o comando do Ministério da Economia, fazia muita coisa, inclusive gerou o Caso Queiróz, lembra, o assessor faz tudo do agora senador Flávio Bolsonaro?  Depois de Moro não revelou mais nada!

    Ah, os políticos, essa raça danada! Tomara que Moro aprenda rápido! Quanto ao Governo, parece que não tem jeito!

    Foi Genésio Araújo Jr, de Brasilia

    ( da redação)