• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 11 de dezembro de 2018 07:48:21
publicidade


Nordestinas
  • 10/10/2018 07h24

    REDES SOCIAIS: Haddad disse que nunca defendeu tortura, é a favor da federalização da segurança e acusa Bolsonaro de ser desonesto

    Ele preferiu falar de economia e voltou a dizer que espera que Bolsonaro participe dos debates
    Foto: Ricardo Stuckert/ twitter

    Fernando Haddad com governadores do Nordeste, após encontro, hoje, 09, em São Paulo

    ( Publicada originalmente às 15 44 do dia 09/10/2018) 

    (Brasília-DF, 10/10/2018) A disputa entre os candidatos à Presidência, Jair Bolsonaro(PSL) e Fernando Haddad(PT), abordando a questão da segurança se agitou nesta terça-feira, 09, com foco nas redes sociais, território onde o candidato do PSL prefere atuar, visto que tem evitado eventos públicos face a recuperação do atentado do mês passado( 6 de setembro), em Juiz de Fora(MG).   Haddad disse que nunca defendeu a tortura, por outro lado Haddad preferiu focar em outros temas, como economia e disse que espera que Bolsonaro não fuja dos debates. Ele chamou Bolsonaro de desonesto.

    “Eu nunca compactuei com nenhum tipo de autoritarismo. Nunca defendi a tortura. Eu estou aqui para defender o meu país do que pode acontecer. E armado só com argumento......A nossa proposta é federalizar a segurança. A segurança pública é um direito do cidadão e deve ser promovida pelo Estado.”, afirmou

    Haddad afirmou que é contra armar a população.

    “Tenho três semanas para defender o projeto que eu acredito e Lula representa. Não acredito que o projeto do meu adversário, de armar a população e retirar direitos, seja o melhor caminho para o Brasil.”, destacou.

    ECONOMIA

    “Nós geramos 20 milhões de empregos, geramos oportunidade educacionais. Nós sabemos o que fazer e vamos retomar esse projeto pela via democrática.”, disse’

    Mais cedo ele falou da CPMF, 13º e IR para os mais pobres.

    “A volta da CPMF também foi anunciada pelo Paulo Guedes. E a ideia do fim do 13º foi do vice dele, foi ele quem disse aos jornais. Se o Bolsonaro estiver com dúvidas pode questionar a imprensa que estava presente.....Agora ele diz que não vai aumentar o IR dos mais pobres. A proposta foi divulgada até pela Folha de São Paulo, como manchete. É só procurar no google qual é a proposta de Paulo Guedes, que era uma alíquota única de 20% para todos.”, afirmou.

    Haddad entende que o extremismo de Bolsonaro pode fazer o povo ter sauidade de Temer.

    “O extremo que nosso adversário representa não vai levar o Brasil a recuperar a economia, e sim aprofundar nossa crise. Não podemos deixar que o povo chegue a sentir saudades do governo Temer, temos que supera-lo.”, salientou.

    GOVERNABILIDADE E DEBATES

    Ele afimou, no twitter, também, que o radicalismo de Bolsonaro vai inviabilizar o País.

    “O radicalismo está do lado de lá. Eu nunca tive nenhum projeto rejeitado no Congresso Nacional, foram mais de 50 projetos aprovado quando era ministro. Isso porque eu tenho capacidade de diálogo.”, disse.

    Ele sugere que Bolsonaro vão fugir dos debates ao voltar a tratar que espera que ele discuta o país.

    “Espero que meu adversário compareça aos debates. O segundo turno é pra isso. É para debater os projetos escolhidos pela população no primeiro. É o futuro do Brasil que está em jogo, e nós temos uma oportunidade de ouro para debater as propostas.”, disse.

    ESCOLA SEM PARTIDO

    Numa postagem ele faz sugestão, mas não se refere a nada pontualmente, que sua condição de professor lhe dá convicção que o compartilhamento

    Tenho muito orgulho da minha profissão e acredito que o que define um professor é a curiosidade e o espírito de doação, de compartilhar o conhecimento que adquiriu.

    DESONESTIDADE

    Sobre o combate as fake News, Haddad acusou Bolsonaro de ser desoneste em não fazer acordo com ele.

    “O Bolsonaro não quer assinar um protocolo ético e isso é um atestado de desonestidade. Se ele tivesse interesse de retirar as mentiras da internet, teria aceitado o acordo. A gente sabe de onde vem e por isso ele não tem interesse em combater, ele se beneficia com essas mentiras.”, finalizou.

    ( da redação com informações do Twitter. Edição: Genésio Araújo Jr)