• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 11 de dezembro de 2018 07:33:54
publicidade


Nordestinas
  • 09/10/2018 07h25

    Bolsonaro disse que não terá problemas em debater com o PT; Ele criticou o fato de Haddad ir se aconselhar com Lula na PF, em Curitiba

    Ele também reclamou das “mentiras” que o PT faz contra ele no Nordeste
    Foto: site Jovem Pan

    Jair Bolsonaro falou para "Jovem Pan" e nas redes sociais

    ( Publicada originalmente às 16h 09 do dia 08/10/2018) 

     

    (Brasília-DF, 09/10/2018) O deputado federal Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência, falou hoje no programa “Manhã Jovem Pan”, da rádio "Jovem Pan" sobre alguns pontos na campanha em segundo turno.  Depois, ele falou nas redes sociais.  Ele afirmou que não terá problema em debater com o PT, o candidato Fernando Haddad. Especula-se que Bolsonaro queira evitar debates visto que está com grande vantagem face aos números da apuração em primeiro turno. Ele vem passando seu dias pós saída do Albert Einstein, em sua residência no Rio de Janeiro.

    “Afinal de contas, debater com o PT não tem dificuldade. O que o PT fez ao longo de 13 anos acredito que está vivo na memória de todo mundo, não queremos isso de volta. Eu represento, com quem está do meu lado, uma oposição”, analisou.

    Ele também reclamou das “mentiras” que o PT faz contra ele no Nordeste.

    “Haddad levou terror para o Nordeste falando que extinguiria o [Bolsa Família]”, reforçou o deputado. O candidato, no entanto, negou que acabaria com o programa social: “Seria desumanidade cortar”. “Seria desumanidade cortar Bolsa Família”, completou.

    REDES SOCIAIS

    Logo no inícoo da manhã ao ser informado, também pela mídias sociais que o candidato do PT iria visitar o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na Supertintendência da Polícia Federal, em Curitiba((PPR), onde o mesmo está preso por condenação sem segunda instância por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, ele destacou o fato de Haddad ser um marionete.

    “A escolha é dos senhores. Serem governados por alguém limpo ou pau mandado de preso por corrupção!”, disse, inicialmente.

    Ele falou sobre sua receita de prosperidade e disse que não vão dividir o país.

    “Não vai colar essa divisão! O Brasil é um só e todos estamos no mesmo barco que afunda em violência e corrupção generalizada. É priorizando esses dois problemas, pegando pesado contra bandidos e dando fim às indicações políticas que o Brasil dará o 1° passo rumo a prosperidade.”, afirmou.

    Ele voltou a falar que vai governar pelo exemplo.

    “Os males e prejuízos da corrupção atingem a população de todas as formas. É ela que fica sem leito no hospital, sem segurança nas ruas e sem dinheiro no bolso. É isso que queremos impedir. Um governo corrupto estimula o crime em todas as esferas. Vamos governar pelo exemplo!”, afirmou.

    DESIGUALDADE

    Ele falou sobre um dos temas que as lideranças de esquerda mais tratam, que eles são mais comprometidos com o combate às desigualdades sociais. Ele disse que o PT passou um bom tempo no Governo e não resolveu essa questão.

    “Falam em desigualdade de salários entre homens e mulheres e querem colocar isso na minha conta, mesmo defendendo a igualdade já prevista em lei. O PT governa o Brasil há quase 15 anos. Por que não resolveram esse problema?” disse.

    Ele voltou a falar de seu compromisso com a Pátria, que vai acabar com estatais, combater fraudes no Bolsa Família e fortalecer estados e municípios tirando o poder de Brasilia.

    “Meu compromisso é com a minha pátria, não com corruptos na cadeia.

    Reduzir o número de ministérios, extinguir e privatizar estatais, combater fraudes no Bolsa-Família para que quem precise possa ter este amparo humanitário ampliado, descentralização do poder dando mais força econômica aos estados e municípios. A política a serviço do Brasileiro!’, finalizou.

    ( da redação com informações do twitter. Edição: Genésio Araújo Jr)