• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 17 de novembro de 2018 23:14:25
Nordestinas
  • 11/07/2018 07h05

    PT age para tirar PSB e PC do B de Ciro Gomes; partido avalia que para levar Fernando Haddad ao segundo turno tem que reduzir o tamanho de Ciro Gomes no Nordeste

    Gleisi Hoffman se reúne com socialistas
    Foto: site Terra

    Gleisi Hoffmann se reúne com Renata Campos e e Paulo Câmara

    ( Publicada originalmente às 22h 23 do dia 10/07/2018) 

     

    (Brasília-DF, 11/07/2018) O Partido dos Trabalhadores está convencido que  para chegar ao segundo turno das eleições presidenciais deste ano precisará reduzir o tamanho do pedetista Ciro Gomes(PDT-CE) no Nordeste.  Na semana passada, a Política Real publicou que o líder da Oposição na Câmara, deputado José Guimarães(PT-CE), tinha convidado com apoio da cúpula petista, o deputado Moses Rodrigues(MDB-CE), adversário dos Gomes no berço da família, em Sobral(CE), para ser um dos coordenadores da campanha de Lula no Ceará.  Nos próximos dias - quarta e quinta-feira, 11 e 12 - o PT vai fazer uma última tentativa para tirar o PSB do arco de alianças de Ciro Gomes.

    O PC do B caminha para apoiar, também, Ciro Gomes, no entanto tende a recuar se o PSB não fechar primeiro com o pedetista.

    “Acho um erro do PT querer esmagar o Ciro”, disse um deputado federal do PC do B nordestino.

    Paulo Câmara(PSB), governador de Pernambuco, esteve nesta terça-feira, 10, em São Paulo, para conversar com o governador Márcio França(PSB), que é candidato a reeleição e que vem avaliando um afastamento de Geraldo Alckmim(PSDB), cada vez mais próximo de João Dória(PSDB), que será candidato ao Governo de São Paulo contra França.  Nessa quarta-feira, 11, a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), deverá se reuniur com a viúva de Edurdo Campos - Renata Campos, em Recife(PE). Paulo Câmara chega a Brasília nessa quarta-feira,11, para agenda de trabalho.  Ele deverá tomar café da manhã com Hoffmann na manhã da quinta-feira,12, para tratar da união do PSB com o PT, em Recife, e nacionalmente.

    Ciro Gomes esteve com Paulo Câmara há duas semanas.  O PDT está no arco de alianças do PSB de Câmara em Pernambuco.  O PT pernambucano e pessoas próximas do senador Humberto Costa(PT-PE) dão como irreversível a candidatura da vereadora Marília Arraes(PT). Fontes do Palácio dos Guararapes dizem que “nada é irreversível “.

    FERNANDO HADDAD, MARINA SILVA E CIRO GOMES

    Fontes do PT, que preferiram o anonimato, avaliaram a Política Real que se Lula não poder ser candidato e o ex-ministro e ex-prefeito Fernando Haddad  for mesmo o candidato do PT para ele ter sucesso precisa ter uma boa votação no Nordeste e Minas Gerais, compensando as dificuldades do petismo e do lulismo em São Paulo e no sul do Brasil.

    “ Precisamos reduzir Ciro Gomes e Marina Silva de tamanho. Marina não tem condição de avançar, pois não tem base política. Ciro Gomes tem mais articulação política. Haddad precisa sair bem do Nordeste”, disse uma fonte petista.

    ( da redação com edição de Genésio Araújo Jr)