• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 20 de outubro de 2018 10:03:30
RESUMO DA ÓPERA - por Gil Maranhão
  • 21/08/2018 22h21

    O PLANO “H’’ – Haddad precisa sair da sombra, percorrer o País; Sem Lula, 60% não votaria nele, diz Ibope

    A pesquisa do Ibope foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S. Paulo" (O Estadão)

    Fernando Haddad( Foto: Nilton Fukuda/ Estadão)

    O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, por enquanto, candidato a vice-presidente, precisa sair da sombra de Lula e percorrer o País, se realmente deseja vir a ser alternativa do PT para a Presidência da República.

    Pesquisa do Ibope divulgada esta semana (dia 20), a primeira realizada depois da oficialização das candidaturas no TSE, revela um paradoxo - e já uma preocupação aos petistas. Enquanto numa pesquisa Lula aparece disparado na dianteira, com 37% das intenções de votos, em outro levantamento, sem Lula na disputa, Haddad aparece com apenas 4%. E mais: 60% dos entrevistados afirmam que não votaria nele.

    A pesquisa do Ibope foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S. Paulo" (O Estadão). Para a corrida presidencial a pesquisa fez a seguinte pergunta aos entrevistados: "Caso o candidato pelo PT, Lula, seja impedido de disputar a eleição para presidente da República e declare seu apoio a Fernando Haddad, o(a) sr(a) com certeza votaria em Fernando Haddad, poderia votar nele ou não votaria em Fernando Haddad de jeito nenhum?". Vejam o resultado:

    ·                   Com certeza votaria em Fernando Haddad: 13%

    ·                   Poderia votar nele: 14%

    ·                   Não votaria em Fernando Haddad de jeito nenhum: 60%

    ·                   Não o conhece o suficiente para opinar (esp.): 7%

    ·                   Não sabe/ Não respondeu: 5%

     

    Haddad e as 05 Regiões

    Coincidência ou não, após a divulgação da pesquisa, Haddad começou a arregaçar as mangas e anunciou andança pelo Pais. A começar pelo estado da Bahia, na região Nordeste, onde Lula tem 54% de intenções de votos e venceria a eleição em primeiro turno se pudesse ser candidato.

    Por falar em região, segundo o Ibope, a situação de Haddad hoje, nas cinco regiões do País, não é boa, mesmo no Nordeste. Desafio para o provável presidenciável do PT reverter. Veja o que os entrevistados, por região, responderam na pesquisa, no caso de Haddad vir a ser o candidato (a pesquisa ouviu 2.002 eleitores em 142 municípios, no período de 17 a 19 de agosto).

     

    Com certeza votaria em Fernando Haddad:

    ·                   Norte/Centro-Oeste: 10%

    ·                   Nordeste: 22%

    ·                   Sudeste: 11%

    ·                   Sul: 9%

    Poderia votar nele:

    ·                   Norte/Centro-Oeste: 15%

    ·                   Nordeste: 17%

    ·                   Sudeste: 12%

    ·                   Sul: 13%

    Não votaria em Fernando Haddad de jeito nenhum:

    ·                   Norte/Centro-Oeste: 62%

    ·                   Nordeste: 51%

    ·                   Sudeste: 65%

    ·                   Sul: 61%

    Não o conhece o suficiente para opinar (pesquisa espontânea):

    ·                   Norte/Centro-Oeste: 9%

    ·                   Nordeste: 5%

    ·                   Sudeste: 6%

    ·                   Sul: 11%

    Não sabe/ Não respondeu:

    ·                   Norte/Centro-Oeste: 5%

    ·                   Nordeste: 5%

    ·                   Sudeste: 5%

    ·                   Sul: 6%