• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 15 de dezembro de 2017 15:45:02
RESUMO DA ÓPERA - por Gil Maranhão
  • 11/04/2017 21h29

    A "LISTA DE SCHINDLER", PARA SALVAR... A "LISTA DE JANOT" E A "LISTA DE FACHIN", PARA PRENDER...

    O ministro Edson Fachin é o relator da Lava Jato no Supremo, em substituição à Teori Zavascki, morto em um acidente aéreo em janeiro deste ano

    Lista( foto: Internet)

    (Brasília-DF, 11/04/2017) Em 1993 o mundo do cinema foi abalado e se emocionou com o filme "A Lista de Schindler" (Schindler's List), sobre Oskar Schindler, um empresário alemão que salvou a vida de mais de mil judeus durante o Holocausto ao empregá-los em sua fábrica. O filme foi dirigido por Steven Spielberg e escrito por Steven Zaillian, baseado no romance Schindler's Ark escrito por Thomas Keneally.

    Passados 24, o Brasil - o mundo político, é abalado com 03 listas - LIsta do Janot, Lista do (Sergio) Machado e agora a Lista do Fachin. Todas trazem nomes de políticos envolvidos até o gogó com crimes de "corrupção passiva, corrupção ativa, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica, e há também descrições a formação de cartel e fraude a licitações", segundo delações dos 74 executivos e ex-executivos do Grupo Odebrecht, dentro do contexto de investigações da Operação Lava Jato.

    A "Lista de Fachin" é resultado da "Lista de Janot" – que o procurador-geral da República (PGR), Rodrigo Janot, enviou no dia 14 de março deste ano ao Supremo Tribunal Federal (STF), pedido abertura de inquérito de 83 pessoas. O ministro Edson Fachin é o relator da Lava Jato no Supremo, em substituição à Teori Zavascki, morto em um acidente aéreo em janeiro deste ano. (Gil Maranhão/Jornalista)