• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 27 de junho de 2019 05:27:18
Magno Martins
  • 22/05/2019 08h36

    Gravatá tratada a pão e água

    Cidade estaria sofrendo com a briga política

    Cidade de Gravatá em Pernambuco( Foto: site Hotel Fazenda)

    (Recife-PE) Prefeitos do outro lado do balcão do Palácio das Princesas têm reclamado da desatenção do Governo Paulo Câmara. Um deles, Joaquim Neto (PSDB), de Gravatá, disse, ontem, no Frente a Frente, programa que ancoro pela Rede Nordeste tendo Rádio Folha como cabeça, que não recebeu um só tostão do Estado para parcerias.

    Reclamou que, diferentemente da mão de Câmara estendida aos aliados, Gravatá, que faz grandes eventos turísticos ao longo do ano, como o São João, o Festival de Jazz durante o carnaval e a festa do morango, é tratada a pão e água. “Nem o dinheiro do SUS e do abastecimento das farmácias o Governo paga em dia. Estão nos devendo mais de R$ 3 milhões”, afirmou.

    Joaquim está se costurando com os recursos próprios, arrecadação fruto de um grande esforço, e de parcerias com o Governo Federal. “Em dois anos e meio à frente do município, o governador nunca deu o ar da sua graça em Gravatá”, desabafou.

    Nem o pai ouve – Os próprios aliados da prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), admitem que se ela não tivesse o nariz tão empinado provavelmente estivesse melhor situada nas pesquisas de opinião. Reclamam que a tucana tem uma personalidade difícil, governa só e nem ao pai recorre para ouvir opiniões, a não ser em ocasiões em que o barco chega, literalmente, à deriva.

    Mãe na mesadinha – Uma fonte de Brasília com a qual estava conversando, ontem, revelou que a primeira-dama Michele Bolsonaro está reclusa e deprimida. Estaria, inclusive, tomando remédio, tudo por causa da confusão em que se meteu o seu filho, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). O problema é mais grave: existe suspeita de que ela tinha mesadinha na Alerj.

    Vai jogar a toalha? – O ex-deputado pernambucano Bruno Araújo teria concluído que não seria bom neste momento para ele presidir o PSDB em nível nacional, mas uma fonte checada em Brasília garante que não é isso o que ele tem manifestado aos tucanos. A sua eleição para presidência da executiva nacional está marcada para o próximo dia 31. Seu padrinho é Dória.

    Mosca azul – O ex-prefeito de Limoeiro, José Xavier Quirino, pai da primeira-dama do Recife, Cristina Melo, voltou a ser picado pela mosca azul. Ele governou o município entre os anos de 89 a 92, virando uma referência de gestor no Estado. A grande nova é que ele está sendo incentivado – e gostando – para disputar a sucessão de Joãozinho em 2020.

    Mau gerente – Por falar em Limoeiro, o prefeito apontou, ontem, a metralhadora em direção ao gerente da Compesa no município, Amaury Olímpio dos Santos. “Como em toda gestão pública, tem gente que atrapalha mais do que ajuda e quem paga o preço é a cidade”, diz.

    PSB VAI – A bancada pernambucana do PSB na Câmara Federal pensou, inicialmente, em não comparecer ao café da manhã que o presidente Bolsonaro oferece hoje à bancada do Nordeste. Mas depois os deputados se convenceram em ir. Nenhum vai faltar nem mesmo Tadeu Alencar e Danilo Cabral, que assumem postura mais hostil contra o Governo no Congresso.