• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 27 de junho de 2019 05:44:10
Magno Martins
  • 21/05/2019 09h51

    Bolsonaro no elefante branco

    O presidente da União dos Vereadores de Pernambuco (UVP), Josinaldo Barbosa (PTB), foi ontem ao Palácio das Princesas

    Sede tradicional da Sudene, em Recife( Foto: arquivo Magno Martins)

    (Recife-PE) A mais recente piada do Governo Bolsonaro: restaurar o elefante branco chamado Sudene. A autarquia, que já foi um dos pilares do alavancamento da Região, perdeu sua eficácia desde o Governo Collor. É letra morta. Não é detentora sequer do controle do seu fenomenal prédio, ocupado hoje por outras repartições públicas.

    O Governo, entretanto, está convidando todos os governadores nordestinos para uma reunião na Sudene, na próxima sexta-feira, não se sabe para qual finalidade. Plano novo de desenvolvimento regional não pode ser, porque Bolsonaro não deu demonstrações de que tenha algo diferenciado para o Nordeste.

    O mais produtivo seria aproveitar a oportunidade, frente a frente com os chefes da Região, para anunciar que seu Governo vai retomar as obras da Ferrovia Transnordestina, paradas no Governo de Dilma, concluir a Transposição, dar uma nova dinâmica ao estaleiro Atlântico Sul e a outros projetos, como a irrigação no Vale do São Francisco, também abandonada na era petista. Se isso constar da pauta, o encontro será produtivo. O Nordeste cansou de esmolas e Bolsonaro não pode se apresentar com promessas que ninguém aguenta mais ouvir.

    Sem informação – Numa conversa, ontem, com este colunista, o governador Paulo Câmara (PSB) revelou que não sabia da pauta dos governadores do Nordeste com o presidente Bolsonaro. Ressaltou que recebeu apenas um pedido do Planalto para sugerir alguns pontos para a reunião. Se todos os governadores andam desinformados sinal de que o Palácio do Planalto vai mal na articulação.

    Licitação viciada – A vice-prefeita de Camaragibe, Nadegi Queiroz (PSDC), não falou a verdade quando negou que tenha sido afastada da Secretaria de Saúde por causa de licitações dirigidas. Em poder da coluna um áudio do prefeito Demóstenes Meira desabafando que ela queria fazer um contrato de compras de remédio mediante uma licitação mal-assombrada.

    Falsidade ideológica – O prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), está sendo acusado de contratar de forma fraudulenta a empresa Plena, de Caruaru, para o serviço de padronização de feiras públicas. A documentação apresentada pela referida empresa não confirma a veracidade das informações contidas no atestado de capacidade técnica. É acusada de falsidade ideológica.

    Empresário banca – Se o Governo não faz, a iniciativa privada cumpre o papel que cabe ao poder. Em Tabira, o empresário Paulo Manu patrocinou, ontem, com recursos próprios, uma operação tapa-buraco da estrada que liga o município até Afogados da Ingazeira. A via virou uma verdadeira tábua de pirulito, colocando em risco a vida de quem trafega nela.

    Timbaúba – O presidente da União dos Vereadores de Pernambuco (UVP), Josinaldo Barbosa (PTB), foi ontem ao Palácio acompanhar o anúncio do programa de recuperação da malha viária e aproveitou para pedir ao governador a restauração da estrada que liga Timbaúba a Itambé.

    Demissões – O prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira (PR), está contribuindo para aumentar as estatísticas do desemprego no município. Passou a demitir em massa vigilantes que prestam serviços em escolas e postos de saúde, através da empresa terceirizada Alforge Vigilância Patrimonial Ltda. Resta saber se no lugar dos trabalhadores ele vai colocar cabos eleitorais.