• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 19 de março de 2019 03:00:07
Misto Brasília - Por Gilmar Correa
  • 06/03/2019 14h49

    O presidente que perdeu a compostura

    Bolsonaro posta um vídeo do Carnaval que escorrega no discurso, mas que provoca muita polêmica

    Bolsonaro escorrega ao publicar um vídeo escatológico para criticar o Carnaval/Divulgação

    presidente Jair Bolsonaro (PSL) escorregou na moral e os bons costumes, tema que embalou sua campanha eleitoral. Ao publicar uma cena escatológica do Carnaval, Bolsonaro rasga o próprio discurso.

    É uma cena sensível que foi censurada pelo Twitter. A publicação provocou um debate frenético na rede social.

    Bolsonaro ainda não desceu do palanque e parece que não compreendeu o papel que desempenha como presidente da República Federativa do Brasil. Seu comportamento nas redes sociais está longe de buscar a união do país e a imagem que posta na internet (colhendo um flagrante nem sei onde) mostra como é pequena sua compreensão sobre moral e bons costumes.

    O que disse o presidente no Twitter: “Não me sinto confortável em mostrar, mas temos que expor a verdade para a população ter conhecimento e sempre tomar suas prioridades. É isto que tem virado muitos blocos de rua no carnaval brasileiro. Comentem e tirem suas conclusões”: (A mensagem do Twitter: “Esta mídia pode conter material sensível. Suas configurações de mídia estão definidas para informar quando a mídia apresentar conteúdo sensível”)

    Eis algumas comentários e, como disse o presidente, comentem e tirem suas conclusões.

    Historiador Márcio Tavares - O carnaval é a maior manifestação cultural do Brasil e a que atrai mais turistas para o país. E o que o presidente da república faz? No dia do carnaval publica um tuíte difamando a festa popular. Bolsonaro é o maior escárnio e vergonha que já passamos e iremos passar como nação.

    André Trigueiro - Recomenda-se cautela ao compartilhar conteúdos chocantes nas redes sociais. Quando se trata de imagens escatológicas ou apelativas, isso poderá justificar até o bloqueio da mensagem, dependendo da rede social. Mas o que fazer quando quem publica o conteúdo é um Chefe de Estado?

     Salim Júnior - Imagina se todos os governos e chefes de estado, grandes figuras, se seguem... Imagino a galera que toca a conta da rainha, da Merkel, do Dalai Lama abrindo o twitter e vendo o tuíte do presidente postando o viado dedando o rabo e levando mijada.

    Xico Sá - A plataforma moral de fiscal da pornografia carnavalescas (como se a folia fosse culto ou missa) é gesto de um eterno fabricante de mamadeira de piroca. Jamais de um presidente da República.

    Astrid Fontenelle - Passei um carnaval inteiro vendo tantas coisas lindas. Daí me deparo com isso no twitter de um presidente da Republica que inclusive deve ser seguido por muitas crianças???! Cadê a postura de presidente???? Se superou!!!!

    Ana - A esquerda passou anos financiando todo tipo de sem vergonhice, chamando de "arte". Agora que o presidente resolveu dar alguns minutinhos de fama pra essa "arte" eles ficaram escandalizados. A esquerda virou santa agora? Viraram defensores da família?

    Luciano - Livro de sexualidade para crianças nas escolas pode, mas não pode mostrar em rede nacional. Atentado ao pudor em praça pública pode, mas não pode postar na sua rede social!

    Jully - Impressionante mesmo! Como não podem reconhecer que esta “festa” se transformou em um antro de drogas, promiscuidade, bebidas e degradação? A esquerda é deplorável.