• Cadastre-se
  • Equipe
  • Contato Brasil, 18 de outubro de 2017 08:59:56
publicidade


Misto Brasília - Por Gilmar Correa
  • 04/10/2017 20h21

    Contas e números

    A situação financeira do governo central vai de mal a pior, mas o controle parece não existir

    Acendeu a luz amarela para os gastos públicos/Arquivo/Poder360

    01 - A população está cada vez mais atenta às ações dos governos. E mais crítica, pois é cada vez maior a ideia de que tudo é marketing.  

    02 – E como diz um ditado português, quanto mais se mexe mais se fede. Descobriu-se que o engenheiro Glaucos da Costamarques é um poço de dívidas. Ele responde a 14 ações na Justiça sob acusação de não ter pago R$ 1,2 milhão. Ele é o credor do aluguel de Lula da Silva e primo de terceiro grau de José Carlos Bumlai, empresário e pecuarista também de Campo Grande, que se tomou amigo de Lula da Silva. 

    04 – Acendeu a luz amarela no governo central. A falta de capacidade em administrar as contas, pode estourar no colo do presidente Michel Temer, que poderá sofrer do mesmo mal de Dilma Rousseff. Na Secretaria do Tesouro Nacional, teme-se o descumprimento da lei de responsabilidade fiscal. Resumo: impeachment. 

    05 – A situação é tão maluca que nem os leilões realizados nesta semana, que chegaram a R$ 4,2 bilhões, serão suficientes para cobrar os benefícios concedidos pelo Refis aprovados pela Câmara nesta semana. A arrecadação estimada do Refis pode cair R$ 5 bilhões, passando de R$ 8,8 bilhões para R$ 3,8 bilhões. Resumo: contas no vermelho. 

    06 – O duro é que quando se fala em cortes, tanto as empresas quanto os governos só têm olhos para o trabalhador. De um lado cortam os salários e de outro, no caso os governos, aumentam os impostos.